IRPF 2024: Consulta ao segundo lote começa nesta sexta-feira

Serão contemplados 5.755.667 contribuintes. O valor total do crédito é de R$ 8,5 bilhões.

Postado em: 20-06-2024 às 11h51
Por: Luana Carvalho
Imagem Ilustrando a Notícia: IRPF 2024: Consulta ao segundo lote começa nesta sexta-feira
Serão contemplados 5.755.667 contribuintes. O valor total do crédito é de R$ 8,5 bilhões. | Foto: Agência Brasil

A partir das 10 horas desta sexta-feira (21/6) será possível consultar o segundo lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2024, que inclui também restituições residuais de anos anteriores.

O crédito bancário será realizado no dia 28 de junho para 5.755.667 contribuintes, totalizando R$ 8,5 bilhões. Este montante abrange diferentes grupos prioritários: 140.360 idosos com mais de 80 anos, 1.024.071 entre 60 e 79 anos, 66.287 com alguma deficiência física, mental ou doença grave, 459.444 cuja principal fonte de renda é o magistério, além de 3.812.767 que não têm prioridade legal, mas receberam prioridade por utilizarem a Declaração Pré-preenchida ou optarem pelo recebimento via PIX.

Também foram contemplados 252.738 contribuintes devido ao estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul.

Continua após a publicidade

2º lote de Restituição – 28/06/2024
EstadosContribuintesValor Total
DF166.013R$ 391.193.674,74 
GO197.091R$ 315.778.946,53 
MS90.574R$ 133.870.425,70 
MT135.485R$ 215.487.615,47 
TO40.130R$ 62.785.412,00 
1ª RF629.293R$ 1.119.116.074,44 
Brasil5.755.667R$ 8.500.000.000,00 
Dados da 1ª Região Fiscal

Como fazer a consulta

Para verificar se a restituição está disponível, os interessados devem acessar o site da Receita Federal, clicar em “Meu Imposto de Renda” e depois em “Consultar Restituição”. A página fornece orientações e os canais para consulta simplificada ou completa da situação da declaração, através do extrato de processamento disponível no e-CAC. Caso haja alguma pendência na declaração, é possível fazer retificações para corrigir informações incorretas.

Além disso, a Receita Federal disponibiliza um aplicativo para tablets e smartphones que permite consultar diretamente informações sobre a liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral no CPF.

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de 1 (um) ano, deverá requerê-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos > Meu Imposto de Renda e clicando em “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

Veja Também