Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Sudoeste goiano ganha novo impulso econômico com inauguração de subestação de energia

Inauguração da subestação JK promete atrair investimentos e gerar empregos na região

Postado em: 09-07-2024 às 20h17
Por: Vitória Bronzati
Imagem Ilustrando a Notícia: Sudoeste goiano ganha novo impulso econômico com inauguração de subestação de energia
Daniel Vilela destaca entrega de nova subestação de energia de Jataí, como primordial para o estado: “Estamos em condições de receber grandes investidores internacionais, gerando mais emprego e renda para a população” | Foto: Jota Eurípedes

A cidade de Jataí, no sudoeste goiano, recebeu, nesta terça-feira (9), um novo complexo de alta tensão, a subestação JK, que promete revolucionar a infraestrutura energética da região. A cerimônia de inauguração contou com a presença do vice-governador Daniel Vilela, que destacou a importância da nova estrutura para o desenvolvimento econômico local.

“Jataí está agora preparada e em condições de receber grandes investidores internacionais que querem conhecer as nossas potencialidades, gerando ainda mais emprego e renda para a população do sudoeste goiano”, afirmou Vilela. Ele ressaltou que a nova subestação permitirá melhorias significativas na qualidade do fornecimento de energia para os cidadãos, além de favorecer o comércio e a indústria, especialmente o setor agropecuário.

Durante a cerimônia, Vilela mencionou a superação dos problemas causados pela falta de investimentos em gestões anteriores. “Estamos superando esse gargalo de falta de investimentos. Com essa subestação, garantiremos mais segurança para os negócios e vamos mostrar a pujança da nossa região”, enfatizou. O vice-governador também relembrou a instabilidade energética que afetou a região em anos anteriores, destacando a importância de continuar buscando novos investimentos.

Continua após a publicidade

A subestação JK, que inclui uma Linha de Distribuição de Alta Tensão (LDAT), beneficiará mais de 70 mil consumidores em Jataí e nas cidades vizinhas, como Rio Verde, Serranópolis e Chapadão do Céu. Segundo Lener Jayme, presidente da Equatorial Goiás, a ampliação da oferta de energia e a modernização dos equipamentos são passos importantes para que a concessionária se torne um parceiro no crescimento de Goiás. “Estamos trilhando o caminho para deixar de ser reconhecida como distribuidora de serviços, para alcançar o patamar de parceiros do crescimento de Goiás”, afirmou Jayme.

Edwal Portilho Tchequinho, presidente da Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial), também reconheceu a relevância da obra. “Isso é infraestrutura energética para agregar valor à matéria-prima e dar condições para levarmos o sudoeste Goiano a outros países”, declarou.

Veja Também