Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Polícia desarticula grupo criminoso ligado à torcida organizada em Goiás

As investigações tiveram início após uma emboscada criminosa contra torcedores vilanovenses

Postado em: 10-07-2024 às 15h08
Por: Rauena Zerra
Imagem Ilustrando a Notícia: Polícia desarticula grupo criminoso ligado à torcida organizada em Goiás
Sete pessoas foram presas suspeitas de serem integrantes e "simpatizantes" da torcida organizada Força Jovem I Foto: Divulgação/PC-GO

Na manhã desta quarta-feira (10), a Polícia Civil de Goiás (PCGO), deflagrou a Operação Cartão Vermelho nas cidades de Goiânia e Trindade. Sete pessoas foram presas suspeitas de serem integrantes e “simpatizantes” da torcida organizada Força Jovem. Os investigados são suspeitos de praticarem os crimes de associação criminosa armada, lesão corporal grave, roubo majorado pelo concurso de pessoas e emprego de arma branca, e disparo de arma de fogo.

Veja imagens da operação

Sete pessoas foram presas suspeitas de serem integrantes e “simpatizantes” da torcida organizada I Imagens: Divulgação/PC-GO

As investigações tiveram início após uma emboscada criminosa contra torcedores do Vila Nova Futebol Clube na noite de 31 de março deste ano, no Setor Conjunto Vera Cruz II, em Goiânia. Na ocasião, os torcedores vilanovenses estavam reunidos em frente a um bar, quando o grupo criminoso disparou tiros de arma de fogo. Os suspeitos ainda teriam agredido um torcedor, que sofreu diversas lesões na cabeça.

Continua após a publicidade

Segundo a Polícia Civil, o grupo também é responsável por outros ataques na mesma região, como a ação do dia 19 de abril de 2024, quando os investigados emboscaram três torcedores do Vila Nova, sendo um adolescente e duas adolescentes mulheres. As adolescentes foram agredidas e tiveram seus pertences e roupas da torcida rival roubados, sendo deixadas seminuas em via pública.

Durante a Operação Cartão Vermelho, sete investigados foram presos, incluindo o líder do grupo criminoso. Também foram apreendidos a arma de fogo utilizada nos crimes, substâncias entorpecentes, veículos automotores usados nas ações criminosas e diversos materiais relacionados à torcida organizada.

A divulgação da identificação dos presos foi procedida nos termos da Lei 13.869/2019, portaria n° 547/2021 – PC, e despacho da Autoridade Policial responsável pelas investigações, justificadas na possibilidade real de identificação de novas vítimas.

Veja Também