Saúde: O que abre e o que fecha no feriado do Ano Novo

Unidades de Urgência e Emergência trabalharão em regime de plantão - Foto: Divulgação

Postado em: 30-12-2019 às 18h15
Por: Redação
Unidades de Urgência e Emergência trabalharão em regime de plantão - Foto: Divulgação

Igor Afonso

Confira o que abre e o que fecha na área da saúde, durante o
feriado de ano novo:

As unidades da Rede de Urgência e Emergência da Secretaria
da Saúde de Goiás (SES-GO) funcionarão em regime de plantão para atendimentos
aos usuários do SUS.

Continua após a publicidade

Esse regime se aplica
ao Hugo, Hugol, Materno-Infantil, Hospital de Doenças Tropicais (HDT),
Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, localizados
em Goiânia; Huapa, em Aparecida de Goiânia; Hurso, em Santa Helena de Goiás;
Huana, em Anápolis; e Hutrin, em Trindade. Ainda no HDT, o ambulatório de
consultas e a farmácia ambulatorial estarão fechados, com retorno das
atividades na quinta-feira, dia 2, a partir das 7 horas.

Já as unidades que realizam atendimento eletivo, como o HGG,
na capital; o Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (Heelj), em Pirenópolis;
e o Hospital Estadual de Jaraguá (Heja), em Jaraguá, funcionarão em regime de
plantão, para atender os pacientes internados.

O Centro Estadual de Atenção ao Diabetes (Cead), em Goiânia,
estará sem atendimento ambulatorial nos dias 30 e 31 de dezembro e 1º de
janeiro, retomando as atividades no dia 2.

O Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique
Santillo (Crer) realizará atendimentos ambulatoriais na segunda-feira, 30,
encerrando os atendimentos ambulatoriais a partir das 12 horas do dia 31, com
retomada no dia 2. O atendimento a pacientes internados segue normalmente
durante todos os dias.

Ainda na capital, o Hemocentro Coordenador Professor Nion
Albernaz estará aberto para coleta e distribuição de sangue, na segunda-feira,
30, fecha nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro, retornando o funcionamento
no dia 2. O Banco de Sangue do Hugol não fará captação nos dias 31 e 1º,
retornando as atividades normais no dia 2.

A Gerência de Transplantes de Goiás funcionará em regime de
plantão para atender os casos de urgências para notificação, captação e
distribuição de órgãos.

O Centro de Informação Toxicológica (CIT) permanece em
plantão 24 horas. 


Veja Também