Mulher é presa suspeita de tentar entrar em presídio com drogas e celulares

Ilícitos estavam escondidos nas partes íntimas da mulher que chegou ao local para visitar seu companheiro que cumpre pena na unidade por roubo| Foto: Reprodução/DGAP

Postado em: 03-01-2020 às 09h15
Por: Redação
Ilícitos estavam escondidos nas partes íntimas da mulher que chegou ao local para visitar seu companheiro que cumpre pena na unidade por roubo| Foto: Reprodução/DGAP

Eduardo Marques

Uma mulher foi presa na manhã desta quinta-feira (02) suspeita de tentar entrar no presídio de Planaltina de Goiás, a cerca de 260 km de Goiânia, com celulares, chips de operadoras, cabo USB, bateria para os eletrônicos e porções de drogas. 

Os objetos estavam escondidos nas partes íntimas da mulher que chegou ao local para visitar seu companheiro que cumpre pena na unidade por roubo.

Continua após a publicidade

Segundo a 8ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), dentre as atitudes que levantaram suspeitas, a visitante demonstrou bastante nervosismo no momento em que era realizada a revista pessoal, procedimento padrão obrigatório antes do acesso de visitantes aos seus familiares presos.

Diante da suspeita, a mulher foi conduzida à Unidade Prisional Especial de Planaltina para uma minuciosa revista, passando pelo Boddy Scanner, instalado no local, quando foram identificados os ilícitos. De imediato, ela foi conduzida à unidade de saúde para a confecção do laudo médico e em seguida encaminhada à Delegacia de Polícia do município onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante.

Procedimentos administrativos internos foram aberto para apuração do fato e, após averiguações, serão aplicadas ao destinatário dos ilícitos as devidas sanções disciplinares em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP). Os materiais foram colocados à disposição das autoridades competentes para os devidos fins. 

 

Veja Também