SUS passa a atender pacientes com dificuldades de locomoção, em casa

Novas 410 equipes passam a realizar o atendimento domiciliar em 210 municípios brasileiros - Foto: Divulgação

Postado em: 04-01-2020 às 08h35
Por: Redação
Novas 410 equipes passam a realizar o atendimento domiciliar em 210 municípios brasileiros - Foto: Divulgação

Igor Afonso

O Ministério da Saúde informou ontem, 3, que o atendimento
do Sistema Único de Saúde a pacientes com dificuldades de se locomover a uma
unidade de saúde terá mais 410 equipes para realizarem o atendimento
domiciliar.

Segundo o ministério, o objetivo é reduzir a demanda por
atendimento nos hospitais, evitando as internações e reinternações, bem como
diminuir o tempo de permanência de usuários internados no SUS.

Continua após a publicidade

São 210 municípios que receberam o benefício e 178 desses,
estão sendo habilitados pela primeira vez na modalidade de atenção à saúde,
especializados em atendimento domiciliar.

Houve um incremento de R$ 160,4 milhões no repasse aos
estados e municípios para realizarem a modalidade de atendimento. De acordo com a
pasta, agora 1157 Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (EMAD) e
Equipes Multiprofissionais de Apoio (EMAP) serão habilitadas para realizar os
serviços.

“As EMADs são formadas por médicos, enfermeiros e
técnicos de enfermagem que ofertam um suporte médico completo aos pacientes que
estão acamados. Já as EMAPs têm composição mínima de três profissionais de
nível superior, escolhidos entre oito diferentes ocupações: assistente social;
fisioterapeuta; fonoaudiólogo; nutricionista; odontólogo; psicólogo;
farmacêutico e terapeuta ocupacional”, disse o ministério.


Veja Também