ENEL abre inscrições para Programa Tarifa Social

Moradores de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Senador Canedo já podem se inscrever para receber o benefício - Foto: Divulgação

Postado em: 06-01-2020 às 17h37
Por: Redação
Moradores de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Senador Canedo já podem se inscrever para receber o benefício - Foto: Divulgação

Igor Afonso

Moradores de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Senador Canedo
já podem se cadastrar no programa Tarifa Social de Energia Elétrica da Enel. O
objetivo do projeto é oferecer descontos na conta de energia de até 65% em
relação à tarifa residencial normal.

Para receberem o benefício, os clientes devem fazer a
inscrição no CadÚnico em qualquer Centro de Referência de Assistência Social
(CRAS) e procurar o atendimento da ENEL portando o RG, CPF, Número de Inscrição
Social (NIS) ou Número do Benefício (NB) e uma conta de energia atualizada.

Continua após a publicidade

Os cadastros serão realizados nos seguintes locais: nesta segunda-feira (6),
no CRAS Capuava, em Goiânia, no CRAS Jardim das Oliveiras, em Senador Canedo e
no CRAS Tiradentes, em Aparecida de Goiânia.

Nesta terça-feira (7), no CRAS Central e CRAS Galvão, em Senador Canedo.
Já na quarta-feira, 8, no CRAS Curitiba, em Goiânia, no CRAS Nova Cidade e no
CRAS Vera Cruz, em Aparecida de Goiânia e quinta-feira, 9, no CRAS do Conjunto
Vera Cruz, em Goiânia e no CRAS Garavelo, em Aparecida de Goiânia.

As famílias que têm direito ao benefício são: as inscritas
no CadÚnico com cadastro atualizado há menos de dois anos e com renda familiar
mensal, por pessoa, menor ou igual a meio salário mínimo; famílias inscritas no
CadÚnico com renda mensal de até três salários mínimos e que tenham na residência
portador de doença crônica, cujo tratamento necessite do uso contínuo de
equipamentos vitais que dependam de energia elétrica; beneficiarias do
Benefício de Prestação Continuada – idosos ou pessoas com deficiência que tenham
renda familiar de até ¼ do salário mínimo por pessoa.

Além do desconto na tarifa, os moradores poderão trocar
lâmpadas fluorescentes ou incandescentes por outras de LED, que são mais
econômicas. 

Veja Também