Funcionários de UPA se intoxicaram com remédio controlado em café, em Aparecida

O laudo pericial constatou que havia substância de remédio para controlar esquizofrenia no café; dose poderia ter matado as pessoas, caso não houve socorro rápido – Foto: Reprodução.

Postado em: 16-01-2020 às 14h15
Por: Nielton Soares
O laudo pericial constatou que havia substância de remédio para controlar esquizofrenia no café; dose poderia ter matado as pessoas, caso não houve socorro rápido – Foto: Reprodução.

Nielton Soares

O laudo da perícia divulgado, nesta quinta-feira (16), apontou que havia no café substância de remédio para controlar esquizofrenia, consumido por sete funcionários da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Parque Flamboyant, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da Capital.

A partir de agora, a Polícia Civil de Goiás (PC-GO) irá investigar como houve a contaminação do café pelo medicamento. 

Continua após a publicidade

O caso aconteceu no dia 3 de janeiro na unidade de saúde, quando os funcionários tomaram o café e na sequência começaram a sentir os sintomas como confusão mental, vômitos e diarréia.

Ao todo, foram encontrados 3,5 litros de bebida contaminados em duas garrafas de café, com substância conhecida como clozapina, um anti-psicótico, explicou a perita Jhéssica Cavalcante.

Ela contou ainda que o fato das pessoas estarem na unidade de saúde foi fundamental para o atendimento rápido, uma vez que o efeito poderia levar ao coma e até a morte. 

Por comunicado, a Secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia afirmou que o medicamento mencionado não é “padronizado pela rede municipal. Logo, não é encontrado em nenhuma unidade de saúde pública de Aparecida de Goiânia”. 

 

Veja Também