Justiça condena a 18 anos pai que abusou de duas filhas menores, no Novo Gama-GO

O caso aconteceu em 2017 quando as meninas tinham 4 e 6 anos; denúncia foi feita pela avó materna – Foto: Reprodução.

Postado em: 16-01-2020 às 15h30
Por: Nielton Soares
O caso aconteceu em 2017 quando as meninas tinham 4 e 6 anos; denúncia foi feita pela avó materna – Foto: Reprodução.

Nielton Soares

A Justiça condenou a 18 anos de prisão em regime fechado um pai que abusou de duas filhas, à época com 4 e 6 anos de idade, no Novo Gama, a 182 km de Goiânia, no Entorno do Distrito Federal. 

Ao todo, o homem terá que cumprir 18 anos, 4 meses e 15 dias de reclusão, por também ter constrangido uma das filhas com a exibição de vídeos pornográficos, com o intuito de praticar com ela as cenas, além de ameaçar de morte as duas meninas. 

Continua após a publicidade

As investigações apontaram que os abusos tiveram início em 2017, na própria casa da família. Após o ocorrido, a filha mais velha contou sobre os abusos para a avó materna, que tentou alertar a mãe das garotas, mas essa não acreditou, questionando o marido, o qual passou a ameaçar a sogra. Indignada, ela acionou o Conselho Tutelar e a Polícia Civil de Goiás. 

Decisão

“Embora os laudos de exame médico- pericial da conjunção carnal tenha consignado que não houve conjunção carnal, que as pacientes são virgens, bem como a inexistência de vestígios de atos diversos da conjunção carnal nas vítimas, tal circunstância em nada interfere na caracterização da materialidade do delito”, entendeu a magistrada.

Nesse sentido, a juíza relatou que a violência sexual na maioria dos casos contra crianças é praticada por pessoas mais próximas, que estão acima de suspeitas. Além disso, a defesa do pai não conseguiu rebater as acusações. “O acusado não trouxe elementos concretos para sustentar sua tese de que os relatos das infantis foram induzidos com o único objeto de lhe prejudicar”, afirmou. 

 

Veja Também