No pior mês da pandemia, Prefeitura de Goiânia anuncia reforma do Zoológico

Postado em: 24-03-2021 às 16h30
Por: Carlos Nathan Sampaio
O projeto custará cerca de R$ 951 mil e será executado por meio de convênio com o Ministério do Turismo | Foto: reprodução

Da Redação

Enquanto o país e o Estado de Goiás enfrentam o pior mês da pandemia da Covid-19, com mortes batendo recordes a cada dia e vacinação a passos lentos, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul), anunciou que vai reformar o Zoológico Municipal. A obra, de acordo com as informações do paço, será realizada com recursos provenientes de um convênio com o Governo Federal e o prefeito Rogério Cruz já fez uma vista técnica ao Zoológico em fevereiro e determinou a elaboração do projeto.

O documento, no valor de R$ 951 mil, foi assinado no último dia 23 de março pelo presidente da Agência, Valdery Júnior. A ordem de serviço é para ser executada de imediato, uma vez que o valor já está disponível nos cofres da Prefeitura de Goiânia.

Valdery Júnior disse que se sentiu motivado com a determinação do prefeito, e que, em menos de 90 dias de gestão, sua equipe técnica conseguiu fazer um projeto de reforma que vai proporcionar bem-estar aos animais, melhorar o acesso dos visitantes e garantir a inclusão, pois toda a obra será feita com readequações para a acessibilidade de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

“Nós chegamos na Agetul com o intuito de alavancar o turismo na cidade de Goiânia. Ao deparar com um convênio praticamente perdido, agimos por determinação do Prefeito, em consonância com a Secretaria de Relações Institucionais, e fizemos o levantamento do que seria necessário para “readequarmos” o objeto da emenda ministerial, para não perdermos o recurso. Unimos os esforços das equipes técnicas, fizemos todas as readequações dos projetos, com visita no local e conseguimos fazer uma proposta que contemplasse uma grande reforma”, afirmou Valdery Júnior.

Dentre as reformas e readequações que serão executadas no Zoológico estão, segundo a prefeitura, a readequação do piso e acesso do estacionamento à bilheteria (piso tátil), piso tátil da bilheteria até a placa de mapa tátil, reforma do recinto dos grandes felinos (ampliação dos tanques e troca de todos os vidros “triplos e laminados”), adequação dos Recintos dos Macacos (pé direito de 2m passará para 5m), reforma de todos os banheiros de visitantes, adequando para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida e readequação das rampas de acessos, escadarias e guarda corpos, visando a acessibilidade dentro das normas exigidas. 

Compartilhe: