Com falhas, Goiânia abre mais locais de vacinação

Postado em: 25-03-2021 às 09h35
Por: Augusto Sobrinho
Com a alta demanda, aplicativo para agendamento tem registrado instabilidade e gerado filas nos locais de vacinação | Foto: Divulgação/Governo de Goiás

Maiara Dal Bosco 

Usuários têm relatado problemas para agendar a vacinação contra Covid-19 em Goiânia. O agendamento, que pode ser realizado para qualquer posto de vacinação e deve ser realizado pelo aplicativo Prefeitura 24 horas, tem sido muito procurado, o que tem gerado sobrecarga no sistema. Com isso, muitas pessoas estão encontrando dificuldades para realizar o cadastro e filas tem sido registrados nos locais de vacinação. Nesta semana, é a vez dos idosos com 68 anos realizarem o agendamento. No entanto, quem tiver mais de 18 anos também pode se cadastrar no aplicativo. 

Desde ontem (24) Goiânia ganhou mais 15 novos pontos de vacinação contra a Covid-19. Destes, 13 são para pedestres e 2, no sistema de drive-thru. Um dos novos locais de vacinação é o estacionamento do Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Por meio da parceria entre Estado e Prefeitura de Goiânia, o estacionamento do estádio desportivo recebe estrutura para imunizar idosos sem que pessoas saiam dos carros. Somente pessoas a bordo de carros poderão ter acesso ao estacionamento do Serra Dourada. Para isso, os idosos devem apresentar identidade (RG), CPF e comprovante de endereço. Para quem for vacinar a segunda dose, também deverá ser levado o comprovante de vacinação da primeira dose.

Cadastro pelo aplicativo

No ato do cadastro pelo aplicativo, caso o cidadão se enquadre nos critérios de vacinação estabelecidos pelo Plano Nacional de Imunização e esteja contemplado no cronograma, será disponibilizada a tela de agendamento. Será possível escolher data, hora e local de vacinação. Após o agendamento, o usuário receberá um e-mail de confirmação e terá a vacinação agendada para um dos 25 postos da Capital. 

Segundo o secretário de saúde de Goiânia, Durval Pedroso, o aplicativo organiza o processo de vacinação, atende aos critérios de biossegurança e permite que sejam programados a ampliação de postos. “O uso do aplicativo tem a primordial finalidade de justamente deixar aquelas pessoas que ficam ansiosas, que vão de madrugada para as filas, que entendam que a partir do momento que as pessoas agendam o local e horário, a vacina está garantida”, afirmou. 

Vacinação em escolas

A Prefeitura de Goiânia ampliou a parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (SME) e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Com a chegada de mais doses da vacina, os postos de vacinação espalhados pela cidade foram ampliados, e com isso, mais escolas municipais abriram as portas para a aplicação dos imunizantes enquanto não recebem alunos de forma presencial.

Desde 2020, escolas de todas as regiões de Goiânia vêm recebendo equipes de saúde, de forma itinerante, para a realização de testes de identificação da Covid-19. Em 2021, as unidades educacionais viraram postos de vacinação contra a doença. Nas primeiras etapas, a vacinação estava ocorrendo em cinco instituições, escolhidas de forma estratégica, por região (Leste, Oeste, Sudoeste, Sul e Noroeste), para ter fácil acesso por parte da população. Agora, o número foi ampliado incluindo as regiões Campinas-Centro e Norte.

Estão recebendo a população para vacinação as escolas municipais Bárbara de Sousa Morais (Região Leste), Francisco Matias (Região Sudoeste), Lions Clube Bandeirante (Região Oeste), Coronel José Viana (Região Noroeste), Rotary Goiânia Oeste (Região Sul), Pedro Costa de Medeiros (Norte) e Santa Helena (Campinas-Centro). 

População vacinada

De acordo com levantamento oficial realizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO), já foram aplicadas em Goiás 353.300 doses das vacinas contra Covid-19. Com relação à segunda dose, foram vacinadas 110.075 pessoas. 

Em Goiânia, segundo balanço geral divulgado ontem (24), já foram aplicadas 124.928 doses da primeira etapa de imunização, o que representa 8,24% da população. Neste cenário, a Capital fica acima da média nacional, uma vez que 5,61% dos brasileiros tomaram pelo menos uma dose dos imunizantes. Ainda, foram aplicadas 45.856 doses do reforço, ou seja, 3,02% da população. No Brasil, a média de quem já tomou duas doses é de 1,97%. No total, 170.784 doses foram aplicadas até a manhã de ontem (24), número que deve subir substancialmente. 

 Já com relação ao recebimento e distribuição de vacinas, o Estado de Goiás já recebeu 847.780 doses, sendo 715.280 da CoronaVac e 132.500 da AstraZeneca. Deste total, foram distribuídas 772.960 doses. (Especial para O Hoje)

Compartilhe: