MAPA abre concurso para 300 vagas

Carreira exige graduação em Medicina Veterinária. Salário inicial do cargo é de R$ 14.584,71 por jornada de trabalho de 40 horas semanais

Postado em: 02-10-2017 às 06h00
Por: Victor Pimenta
Carreira exige graduação em Medicina Veterinária. Salário inicial do cargo é de R$ 14.584,71 por jornada de trabalho de 40 horas semanais

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA)
abriu seu novo concurso público que servirá para preencher 300 vagas na carreira
de Auditor Fiscal Agropecuário, especialidade Médico Veterinário, para
provimento do quadro de pessoal do órgão em várias partes do país.

A carreira exige graduação em Medicina Veterinária e
registro no respectivo conselho de fiscalização profissional. O salário inicial
do cargo é de R$ 14.584,71 por jornada de trabalho de 40 horas semanais, mais
R$ 458,00 de auxílio alimentação.

Continua após a publicidade

O concurso está a cargo da Escola de Administração
Fazendária (ESAF), e o edital destina 15 vagas para os candidatos portadores de
deficiência e 60 vagas para os candidatos negros.

O Mapa divulgará as vagas disponíveis por município e UF,
para escolha de lotação dos candidatos, após a publicação da classificação
final e anteriormente a nomeação efetiva dos aprovados.

Inscrição

A inscrição no concurso deve ser realizada exclusivamente
via internet, no endereço eletrônico da ESAF – www.esaf.fazenda.gov.br, das 10
horas do dia 02 de outubro às 23h59min do dia 16 de outubro de 2017. O valor da
taxa de inscrição é de R$ 120,00.

Provas

O concurso constará de prova objetiva com 70 questões, sendo
30 de conhecimentos gerais (língua portuguesa, língua inglesa ou espanhola,
direito constitucional, direito administrativo e ética pública e informática
básica) e 40 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva e prova de
títulos.

As provas objetivas serão aplicadas no dia 26 de novembro de
2017, nas cidades Aracaju-SE, Belém-PA, Belo Horizonte-MG, Boa Vista-RR,
Brasília-DF, Campo Grande-MS, Cuiabá-MT, Curitiba-PR, Florianópolis-SC, Fortaleza-CE,
Goiânia-GO, João Pessoa-PB, Macapá-AP, Maceió-AL, Manaus-AM, Natal-RN,
Palmas-TO, Porto Alegre-RS, Porto Velho-RO, Recife-PE, Rio Branco-AC, Rio de
Janeiro-RJ, Salvador-BA, São Luís-MA, São Paulo-SP, Teresina-PI e Vitória-ES,
nos locais e horários que serão divulgados com três dias de antecedência.

A aprovação no concurso assegura apenas a expectativa de
direito à nomeação, ficando a concretização desse ato condicionada à
observância das disposições legais pertinentes, do exclusivo interesse e conveniência
da administração, da rigorosa ordem de classificação e do prazo de validade.

A validade do concurso será de dois anos, prorrogável por
igual período, contado a partir da data de publicação do edital de homologação
do resultado final do concurso. 

Foto: Reprodução

Veja Também