Atual campeã, França faz sua estreia na Copa do Mundo

Às 16h (de Brasília), a seleção comandada por Didier Deschamps encara a Austrália

Postado em: 22-11-2022 às 06h30
Por: Breno Modesto
Sem Benzema, que foi cortado dias antes do Mundial, Giroud deve ser o titular do ataque francês | Foto: FFF

Campeã em 2018, na Rússia, a França faz, nesta terça-feira (22), sua estreia na Copa do Mundo do Catar. Às 16h (de Brasília), a seleção comandada por Didier Deschamps encara a Austrália, que chegou ao Mundial depois de passar pela repescagem. Candidata ao título, a seleção francesa desembarcou no Oriente Médio sem sete de seus jogadores. Por lesão, os franceses perderam Benzema, Nkunku, Kimpembe, Pogba, Kanté, Maignan e Kamara.

Mesmo com um número alto de desfalques, a França segue sendo uma das favoritas à conquista da Copa do Mundo. Apesar de não ter Benzema, eleito, recentemente, como o melhor jogador do Mundo, a seleção francesa mantém o ataque formado por Griezmann, Giroud e Mbappé, que foi campeão em 2018. O camisa 9, inclusive, vive a expectativa de ultrapassar Thierry Henry na artilharia histórica do time francês. Para isso, precisa de três gols no Catar.

Do lado australiano, o pensamento é de dificultar a vida francesa, como aconteceu na Copa passada, quando as equipes também se enfrentaram na fase de grupos. Na ocasião, a França venceu por 2 a 1, num duelo equilibrado. Para o atacante Matthew Leckie, a partida deve servir como inspiração para os dias atuais.

Continua após a publicidade

Dinamarca x Tunísia

Abrindo a disputa no Grupo D, Dinamarca e Tunísia se enfrentarão às 10h (de Brasília), no Education City Stadium, em Doha. Depois de chegar à semifinal da última Eurocopa, os dinamarqueses chegam à Copa do Mundo com a expectativa elevada para fazer uma grande campanha também no Catar. Já os tunisianos, que estão em sua sexta edição de Mundial, buscam um feito inédito. Passar da fase de grupos.

E, por falar em Eurocopa, a Copa do Mundo do Catar marca a vitória da superação de um jogador dinamarquês. Após sofrer um infarto durante a Euro de 2021, o meia Christian Eriksen, de 30 anos, do Manchester United, conseguiu se recuperar do enorme drama sofrido no ano passado e tenta fazer a diferença em sua terceira aparição no torneio.

Outro fato que torna a Dinamarca como uma das favoritas para se classificar para as oitavas de final é o fato da seleção comandada pelo técnico Kasper Hjulmand ter feito uma campanha perfeita nas eliminatórias. Em oito jogos, foram oito vitórias. Além disso, a equipe conta com jogadores experientes no futebol europeu, como o goleiro Schmeichel, do Nice, da França, e os zagueiros Kjaer, do Milan, da Itália, e Christensen, do Barcelona, da Espanha.

Veja Também