Com novas gerações, Espanha e Alemanha brigam pelo topo do Grupo E

Os jovens talentos de Espanha e Alemanha tentam reeditar as glórias alcançadas pelas gerações passadas

Postado em: 23-11-2022 às 08h00
Por: Breno Modesto
A jovem seleção da Espanha faz sua estreia na Copa do Mundo nesta quarta-feira (23), contra a Costa Rica | Foto: RFEF

Com uma seleção jovem e renovada, a Espanha, campeã em 2010, quer repetir, na Copa do Mundo do Catar, as boas atuações que teve nas Eliminatórias e, também, na última Eurocopa, onde, mesmo não conquistando o título, conseguiu um bom desempenho. Apesar de ter uma média de idade na casa dos 24 anos, a Fúria conta com alguns veteranos no elenco que disputará o Mundial, como o volante Sergio Busquets, de 33 anos, que foi campeão na África do Sul, há 12 anos atrás.

Nesta quarta-feira (23), os espanhóis fazem sua estreia na Copa do Mundo. Às 13h (de Brasília), no Al Thumama Stadium, em Doha, os comandados do técnico Luis Enrique enfrentam a Costa Rica. Para o duelo, a Espanha tem todos os seus 26 convocados à disposição. Gripados, Morata e Carvajal chegaram a perder um dia de treino, mas não devem ser desfalques para o jogo diante dos costarriquenhos.

Do outro lado, o treinador Luis Fernando Suárez tem a missão de fazer com que o país da América do Norte volte a figurar no mata-mata do Mundial, como aconteceu em 2014, no Brasil, quando chegaram nas quartas de finais, sendo eliminados pela Holanda. Para tentar surpreender, os costarriquenhos mesclam experiência e juventude em seu elenco.

Continua após a publicidade

Alemanha x Japão

Quem também passa por uma renovação em seu elenco é a Alemanha. Depois do título conquistado em 2014, no Brasil, os alemães não passaram da primeira fase em 2018. A queda precoce no Mundial da Rússia deu início ao fim do ciclo comandado pelo técnico Joachim Löw, que deixou o cargo no ano passado.

O início da caminhada alemã no Catar será nesta quarta-feira (23), às 10h (de Brasília), contra o Japão, no Khalifa International Stadium, em Doha. Logo de cara, o treinador Hansi Flick terá um desfalque certo. Nos treinamentos que antecederam o confronto contra os japoneses, o atacante Leroy Sané, do Bayern de Munique, sentiu uma lesão no joelho direito e será poupado. Para o seu lugar, Flick tem como opções Julian Brandt e Youssoufa Moukoko. O primeiro corre na frente pela vaga entre os titulares.

Pelo lado japonês, a expectativa do técnico Hajime Moriyasu é repetir o começo da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, quando os japoneses venceram a Colômbia por 2 a 1. A principal aposta da equipe asiática é o meia Wataru Endo, do Stuttgart. Além dele, jogadores conhecidos como o lateral-esquerdo Nagatomo e o atacante Minamino devem estrear entre os titulares.

Veja Também