Quinta-feira, 26 de janeiro de 2023

Em situações distintas, Espanha e Alemanha medem forças

Enquanto os espanhóis podem encaminhar a classificação para as oitavas de final, os alemães tentam evitar a eliminação na fase de grupos, o que aconteceu em 2018, na Rússia

Postado em: 27-11-2022 às 06h45
Por: Breno Modesto
Luis Enrique tenta frear a empolgação espanhola após a goleada de 7 a 0 na estreia da Copa do Mundo | Foto: RFEF

O domingo (27) da Copa do Mundo terá um dos jogos mais aguardados da primeira fase. Às 16h (de Brasília), no Al Bayt Stadium, a Espanha, que estreou no Mundial goleando a Costa Rica por 7 a 0, enfrenta a Alemanha, que perdeu, de virada, para o Japão. O confronto é importantíssimo para as duas seleções. Enquanto os espanhóis podem encaminhar a classificação para as oitavas de final, os alemães tentam evitar a eliminação na fase de grupos, o que aconteceu em 2018, na Rússia.

Do lado espanhol, o foco é em não baixar a guarda após a goleada na estreia, como disse o meia Carlos Soler. O técnico Luis Enrique também tratou de frear a empolgação espanhola. Para o treinador, “o elogio enfraquece”. Pela Alemanha, a expectativa é pela estreia do atacante Leroy Sané, do Bayern de Munique, na Copa do Mundo. Ausência no revés diante do Japão, o camisa 19, que vem tratando uma lesão no joelho direito, treinou com o restante do grupo, na sexta-feira (25), e pode aparecer entre os relacionados para o duelo.

Além disso, os alemães tentam superar outro trauma recente. Há dois anos, Espanha e Alemanha se enfrentaram pela quarta rodada da fase de grupos da Nations League. Naquele 17 de novembro, a Roja, assim como fez com os costarriquenhos, não tomou conhecimento de seu rival e atropelaram o selecionado alemão por 6 a 0. Desde então, as equipes não voltaram a se enfrentar.

Continua após a publicidade

Completando a rodada do grupo, o Japão, vice-líder da chave, enfrenta a Costa Rica, às 7h (de Brasília). Caso conquiste outra vitória e conte com um triunfo da Espanha contra a Alemanha, os japoneses estarão classificados para o mata-mata.

Grupo F

Além do E, de Espanha, Japão, Alemanha e Costa Rica, quem também entra em campo no domingo (27) são as equipes do Grupo F, que tem a Bélgica, com três pontos na liderança. E é justamente a seleção belga que abre as partidas da segunda rodada da chave. Às 10h (de Brasília), os Red Devils enfrentam o Marrocos, no Al Thumama Stadium.

Assim como aconteceu na estreia, diante do Canadá, o atacante Romelu Lukaku deve ser desfalque. Apesar do desejo do meia De Bruyne de contar com a presença do camisa 9 contra o Marrocos, o centroavante deve ser preservado para o terceiro e último jogo da fase de grupos, contra a Croácia.

No outro jogo da chave, a Croácia, de Modric, tenta, diante do Canadá, conquistar sua primeira vitória no Mundial para não se complicar. Os canadenses também buscam o triunfo para não ficarem numa situação ainda pior do que a que já estão. As seleções se enfrentarão às 13h (de Brasília) no Khalifa International Stadium.

Veja Também