Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Japão e Croácia duelam por vaga nas quartas de final

O confronto entre japoneses e croatas, que acontecerá às 12h (de Brasília), no Al Janoub Stadium, na cidade de Al-Wakrah, abre as partidas de oitavas de final desta segunda-feira (5)

Postado em: 05-12-2022 às 08h45
Por: Breno Modesto
Depois de derrotar Alemanha e Espanha, na fase de grupos, o Japão quer continuar fazendo história na Copa do Mundo de 2022 | Foto: JFA

Surpresa na fase de grupos, o Japão quer ir mais longe nesta Copa do Mundo. Depois de terminar em primeiro num grupo que tinha Espanha e Alemanha, os japoneses tentam deixar a Croácia, atual vice-campeã mundial, pelo caminho.

O confronto entre japoneses e croatas, que acontecerá às 12h (de Brasília), no Al Janoub Stadium, na cidade de Al-Wakrah, abre as partidas de oitavas de final desta segunda-feira (5). Desta partida, sai o adversário do vencedor entre Brasil e Coreia do Sul.

Japão

Continua após a publicidade

Tentando superar o trauma da eliminação nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o Japão se apega ao “espírito samurai”. Para o técnico Hajime Moriyasu, seus jogadores precisarão ser corajosos contra a Croácia. Em entrevista coletiva antes do duelo, o treinador japonês afirmou que não quer ver uma equipe defensiva diante dos croatas. Além disso, ele disse que, se os nipônicos quiserem ir às quartas, terão de pressionar desde o primeiro tempo.

Croácia

Do outro lado, a Croácia não quer ser mais uma vítima do Japão, que chegou às oitavas tendo vencido a Alemanha, na primeira rodada da fase de grupos, e a Espanha, na terceira e última rodada. Cauteloso, o treinador Zlatko Dalic pregou respeito aos japoneses e preferiu não dar pistas do que deve mandar a campo nesta segunda-feira (5).

Além disso, Dalic também falou a respeito do “espírito samurai” dos nipônicos. Segundo o comandante, os adversários costumam lutar pelos resultados positivos até o fim das partidas.

Quanto às previsões em relação ao futuro da seleção croata na Copa do Mundo, que tenta, ao menos, repetir o feito atingido em 2018, quando chegou à sua primeira final e foi vice-campeã, Zlatko Dalic se esquivou e disse que pretende pensar apenas em um jogo de cada vez.

Veja Também