‘The Birth of a Nation’ vence principais prêmios do Festival Sudance

Longa relata a história de um escravo que lidera um movimento de libertação de 1831

Postado em: 01-02-2016 às 10h45
Por: Redação
Longa relata a história de um escravo que lidera um movimento de libertação de 1831

Larissa Angélica

O filme americano ‘The Birth of a Nation’ drama sobre a revolta de escravos do século XIX na Virgínia (EUA), venceu os principais prêmios da edição deste ano do festival de cinema de Sudance no sábado (30).

The Birth of a Nation, cujos direitos foram adquiridos pela Fox Searchlight, levou o grande prêmio do júri e o prêmio do público do festival que celebra os filmes independentes e é realizado em Park City, pequena estação de esquinas montanhosas de Utah.

Continua após a publicidade

O longa protagonizado, escrito e dirigido por Nate Parker, relata a história de Nat Turner, escravo que lidera um movimento de libertação de 1831 e que provoca reação violenta dos brancos. O filme já é forte candidato ao Oscar de 2017.

O grande prêmio do júri para documentário estrangeiro foi para “Weiner”, uma crônica sobre a volta à política, em 2013, do legislador Weiner, forçado a renunciar ao Congresso devido a um escândalo envolvendo envio de mensagem de texto com teor sexual.

O prêmio do público para documentário jornalístico foi para “Jim: The James Foley story,” um documentário sobre o jornalista americano decapitado em 2014 pelo grupo do Estado Islâmico.

Entre os filmes estrangeiros, o prêmio do público foi para o colombiano “La ciénaga entre el mar y la tierra”, de Manolo Cruz e Carlos Castillo, sobre o drama de mãe e seu filho doente.

O júri, premiou “Sand Storm”, um filme israelense, que relata a luta das mulheres de uma cidade beduína.

Os atores Craig Robinson e Melanie Lynskey foram premiados pelos desempenhos em Morris From America e The Intervention, respetivamente. Daniel Scheinert e Daniel Kwan (Swiss Army Man) venceram o prêmio de direção. 

Veja Também