Etiqueta em aviões: Voar sem incomodar

Sempre é hora de aprender a etiqueta em aviões e aeroportos. Consultora dá dicas para que sua viagem não tenha transtornos

Postado em: 29-08-2016 às 06h00
Por: Redação
Sempre é hora de aprender a etiqueta em aviões e aeroportos. Consultora dá dicas para que sua viagem não tenha transtornos

Milhares de pessoas viajam para destinos os mais variados durante todo o ano. Para superar qualquer problema, é preciso manter algumas regras básicas de comportamento. Quantas vezes, por exemplo, ouvimos casos de pessoas que se excedem na bebida, causando tantos inconvenientes, que às vezes se torna até necessária a retirada do passageiro do avião?
Para a consultora Silmara Leite Ribeiro Santos, coordenadora do curso de Etiqueta e Comportamento Corporativo do Centro Europeu de Curitiba, a preocupação com o comportamento em ambientes públicos, neste caso de aeroportos e aviões, é fundamental e geram simpatia. “Falar de etiqueta no mundo de hoje pode parecer frivolidade. Muitas vezes, as pessoas ligam a palavra etiqueta à ostentação e ao luxo. Puro engano. A boa educação, as normas e as regras devem ser observadas e cumpridas para vivermos dignamente em sociedade. A etiqueta é importantíssima em todas as classes sociais, no nosso dia a dia”, afirma Silmara.
Segundo ela, algumas situações tornam-se incômodas para todos os passageiros se não forem bem executadas ou, possivelmente, evitadas durante a viagem, como falar em voz alta, fazer gracinhas com os comissários de bordo e arrumar o bagageiro de mão durante o trajeto. De acordo com a profissional, outras dicas interessantes ficam por conta das roupas que devem ser utilizadas durante a viagem, valorizando peças que prezem pelo conforto. “O ideal é que as roupas sejam de tecidos que não amassem muito. Os sapatos merecem atenção especial, pois precisam ser confortáveis. Botas são desaconselháveis, uma vez que os pés podem inchar. Nem pense em andar pelos corredores descalço ou de meias. Você não está na sua casa”, aconselha.

Passageiros de primeira viagem 
Vai viajar de avião pela primeira vez e está tenso? Algumas dicas podem ajudar a relaxar e ter uma viagem mais tranquila. A primeira dica é: calma! Ok! Mandar alguém se acalmar, na hora do estresse, parece piada. Mas procure manter-se calmo, distrair-se com coisas simples. E pense que as estatísticas mostram muito mais acidentes de carro nas estradas do que aéreos, e seu voo faz parte das estatísticas aéreas positivas!
Para evitar estresse adicional, procure viajar com companhias aéreas que te inspirem confiança. Até que voar seja para você mais natural, pague mais caro se for necessário, mas viaje com mais confiança. Você pode ler sobre as empresas, nos sites de viagens, com recomendações e cotações de quem já voou por cada companhia: isso pode te ajudar a decidir.
Leve um aparelho para ouvir um som. Mas, por favor, certifique-se de que só você pode ouvir. Não existe nada mais irritante do que ter que ouvir a música que o colega de voo está ouvindo. Além de você, outras pessoas podem estar também tensas. Se o medo é de altura, escolha uma poltrona no corredor e não olhe pela janela. Imagine-se em um ônibus. 
Ler é uma boa. Se você conseguir manter um pouco o controle, a leitura vai distrair você ainda mais. Leve um livro ou uma revista de seu interesse ou folheie as revistas de bordo que as companhias aéreas oferecem. Não use remédios para dormir pensando que eles irão acalmá-lo. O efeito pode ser muito diferente do esperado. Evite bebidas alcoólicas, pois, devido à altitude, a pressurização e a facilidade de desidratar, um drinque durante o voo é equivalente a dois drinques e meio em terra.
Não coma alimentos que fermentem com facilidade e evite bebidas gasosas antes e durante o voo, especialmente se você tem problemas no estômago. Evite também cafés, chocolates e quaisquer outros alimentos e bebidas estimulantes. Mas não deixe de se hidratar. Tome água ou suco de fruta à vontade. Evite extremos. Não fique de estômago vazio durante a viagem, mas também não coma só porque você está entediado. Se estiver satisfeito na hora da refeição oferecida no avião, não coma.
Procure sempre viajar com roupas confortáveis, especialmente se o trajeto for longo, como nos voos internacionais. Evite sapatos, acessórios e roupas apertadas que podem gerar ainda mais desconforto. Se você ficar com enjoo, mantenha a cabeça sempre apoiada e ereta. Procure não olhar para baixo e fixe um ponto no horizonte. Se for mais confortável, feche os olhos. Atenda às suas necessidades fisiológicas. É importante para o bem- estar do seu corpo durante o voo também. Nada de passar aperto no avião.
Se o ouvido entupir, tampe o nariz, feche a boca e engula saliva algumas vezes. Chicletes também costumam ajudar. Leve um e faça uso dele caso precise. Ficar parado, praticamente imóvel em qualquer lugar, por muito tempo, já trás grandes perigos. Nos vôos, então, pior. De tempos em tempos, procure se levantar. Mesmo que não tenha vontade de usar o banheiro, caminhe um pouco pelos corredores. Alongue-se. 
Mexa especialmente as pernas. Enquanto sentado, procure mexer-se também. Evite colocar muitas coisas aos seus pés impedindo o movimento das pernas. O motivo dessa movimentação toda é que o corpo,  quando fica parado por muito tempo, tende a criar coágulos dentro das veias.

Dicas de etiqueta para que a sua viagem não cause transtornos
– Respeite o horário de antecedência em sua viagem (uma hora para voos nacionais e duas horas para voos internacionais).
– Procure levar apenas uma bagagem de mão.
–  É interessante deixar todos os objetos metálicos em uma única bagagem. Assim ela será facilmente conferida pelas autoridades, poupando, inclusive, o tempo de quem está atrás de você.
–  Se for conversar, respeite os demais. Quanto mais tranquilo e calmo for o ambiente, melhor.
–  Entre no avião, calmamente, procurando sua poltrona. Caso encontre alguém sentado, confira com a pessoa a numeração do seu assento. Gentilmente, diga que deve ter havido algum engano e que aquela poltrona está marcada em sua passagem.
–  Quando for deitar sua poltrona, antes dê uma olhada para o passageiro que está atrás de você. Não se espreguice e evite ao máximo bocejar.
–  Se por acaso você percebeu que um casal ficou separado ou um filho com os pais, não há nada de errado em se oferecer para trocar de poltrona. Será gentil e elegante de sua parte.
–  Modere os movimentos dos braços ao ler jornais e revistas. As pessoas sentadas ao seu lado agradecem. Se for usar qualquer aparelho eletrônico, cuidado com o volume que os coloca.
–  Evite bebidas alcoólicas.
–  Nada de gracinhas e respeite as orientações passadas pelos comissários de bordo.
–  Algumas pessoas gostam de tirar fotos durante o voo, em especial os adolescentes. Faça isso de modo discreto.
–  Se tiver filhos pequenos, procure um voo noturno para que eles possam dormir a maior parte do tempo. Leve também o máximo de elementos de distração possível, como lápis de cor, revistinhas e videogame. Às crianças mais crescidinhas, explique antes de embarcar que avião não é lugar de correr ou de fazer barulho.
–  Não deixe sujeira em seu lugar ao desembarcar. Durante a viagem, guarde todo o lixo e entregue ao comissário quando possível.
– Não peça a comida que o vizinho não comeu. Se ainda estiver com fome ou sede, pergunte ao comissário se ele pode levar mais a você.
–  Aguarde o avião parar por completo para aí,  sim, levantar-se e pegar sua bagagem. É desagradável ver as pessoas eufóricas, pegando de qualquer jeito os pertences de mão, atrapalhando os demais e ficando de pé no corredor.
–  Desodorante é bom e o vizinho ao lado gosta, por isso, lembre-se de repassá-lo novamente, no banheiro, no caso de percursos longos. E atente a seu perfume para não passar nada muito forte  nem em grande quantidade. Você pode tirar o sapato no caso de voos longos, só tenha certeza que seus pés não vão cheirar mal.
–  Ao dormir, tome muito cuidado para sua cabeça não cair no vizinho. Se tiver problemas com ronco, procure permanecer acordado.
–  Seja paciente ao desembarcar e agradeça à tripulação pelos serviços prestados.
–  Na hora de pegar a sua mala na esteira, evite aglomeração e aguarde pacientemente a chegada da sua bagagem. Confira se a mala é mesmo a sua antes de puxá-la.

Veja Também