‘Arte do Artista’ mostra como a sétima arte pode chegar à periferia

Segundo Adailton Medeiros, idealizador do espaço, muitas pessoas da região tiveram oportunidade de ir ao cinema a partir do Ponto Cine

Postado em: 12-09-2016 às 06h00
Por: Renato
Segundo Adailton Medeiros, idealizador do espaço, muitas pessoas da região tiveram oportunidade de ir ao cinema a partir do Ponto Cine

Da redação

O apresentador Aderbal Freire-Filho recebe o exibidor Adailton Medeiros no programa Arte do Artista desta segunda (12) para terça (13), excepcionalmente à meia-noite, na TV Brasil. Criador do Ponto Cine, uma sala em Guadalupe, bairro da Zona Norte do Rio, onde só passa filme brasileiro, Adailton Medeiros é um dos maiores exibidores de obras nacionais.
Durante a entrevista, o convidado conta que, no espaço, promove exibição dos filmes e ações sociais. Segundo Adailton Medeiros, o Ponto Cine acredita no cinema, na arte, na cultura, na utopia. Para isso, oferece atividades como encontros com cineastas, cursos de cinema, extensões nas escolas da região e tem uma ampla biblioteca.
Adailton conversa ainda sobre a divulgação cultural nos subúrbios e periferias de toda metrópole e sobre a decadência dos cinemas de rua nas cidades brasileiras em contraste com a história bem-sucedida do Ponto Cine, exemplo que pode ser seguido.
Em visita ao programa Arte do Artista, Adailton conta algumas histórias inusitadas, vivenciadas ao longo de quase uma década de trabalho, e compartilha alguns depoimentos dados pelo seu público. Ele explica o que aprendeu com a plateia do Ponto Cine, a primeira Sala Popular de Cinema Digital do Brasil, inaugurada em 2007.
Segundo Adailton Medeiros, idealizador do espaço, foi a partir do Ponto Cine que muitas pessoas da região tiveram a primeira oportunidade de ir ao cinema. No decorrer do papo, ele recorda que a paixão pela magia da imagem em movimento nasceu ainda na infância.

SERVIÇO:
‘Arte do Artista’: De segunda (12) para terça-feira (13), à meia-noite, na TV Brasil

Veja Também