Mostra de decoração investe em tecnologias sustentáveis

Evento também traz exemplos de como a tecnologia pode auxiliar a vida urbana no aproveitamento de recursos naturais

Postado em: 17-09-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Evento também traz exemplos de como a tecnologia pode auxiliar a vida urbana no aproveitamento de recursos naturais

A Morar Mais por Menos Goiânia tem como um dos seus pilares a sustentabilidade. Acompanhado da brasilidade, do high and low, do preço exposto, esse conceito, nesta edição, tem tudo a ver com a inovação, outra proposta supervalorizada na mostra. Diga-se de passagem que tecnologia não envolve só o maquinário em si, mas também como utilizá-lo de forma eficiente a serviço do design eficiente. 
Adepto deste quesito, o Espaço Convivência do trio de arquitetos Ana Karoline Mota, Bruno Cappellesso e Marina Manrique reúne, em seus 170 m², soluções que o tornam altamente sustentável. Para ambientar o espaço de palestras da Morar Mais por Menos Goiânia 2016, nada de auditório fechado: mais parecido com uma praça, o local possui uma cobertura de jardins suspensos nos lustres, iluminados à noite pela energia solar acumulada e captada por placas fotovoltaicas, instaladas no pergolado. Um minilago umidifica o ar do local, no clima seco dessa época do ano, e tem uma tecnologia que permite o reuso de suas águas. O paisagismo abundante e muito bem distribuído pelo solo e em mandalas verticais, juntamente com a bela escolha de uma profusão variada de revestimentos, tornam o ambiente mais fresco e acolhedor.

Iluminação
Uma ciência preciosa em design de interiores é o projeto luminotécnico. Capaz de dar amplitude ao ambiente, focar detalhes e ainda conferir identidade ao espaço, atualmente a iluminação conta com as variações que o LED oferece com o adicional 80% de economia de energia.
No Refúgio do Viajante, por exemplo, a designer Yasmin Daher teve o desafio de tornar os 7.4588 m² um espaço multifuncional, jovem e aconchegante. Ela deu um uso inusitado para a fita de LED, instalando sob o elevado com almofadas, dando leveza e criando a ideia de que o mesmo flutua.
Já na Academia, as arquitetas e urbanistas Natália Crosara e RhayanneKuckelhaus, optando por um estilo industrial, criaram um desenho de iluminação moderno e multifuncional utilizando um perfil de alumínio com fita de LED embutida para iluminação no teto e na parede, trazendo movimento ao espaço: luz menos intensa no estar e alongamento; e marcada e intensa no espaço das atividades mais pesadas.
No Home Cinema, das arquitetas Larissa Bretones e Cintia Borges, os nichos em fórmica amarela atrás do sofá ganharam luz em LED dimerizável para compor cenas de acordo com a funcionalidade do ambiente, pensado para as exibições de filmes e também para ser um estar social ao receber amigos com drinks descontraídos.

SERVIÇO
Morar Mais Por Menos Goiânia 2016
Data de visitação: Até 25 de setembro (de terça-feira a sexta-feira das 15h às 22h / sábados e domingos das 14h às 22h)
Onde: Palco Vaca Brava (Rua C-237, Jardim América)
Ingressos: R$ 40 (inteira) / R$ 20 (meia-entrada) 
 

Veja Também