‘Nação’, da TV Brasil, debate a formação das crianças negras

No segundo episódio especial sobre as crianças negras, o Nação desta quarta (19), às 21h50, na TV Brasil, analisa a importância da

Postado em: 19-10-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa

No segundo episódio especial sobre as crianças negras, o Nação desta quarta (19), às 21h50, na TV Brasil, analisa a importância da formação étnica dos jovens. A atração destaca ainda como essa contribuição ajuda no empoderamento das crianças negras.
A edição desta semana ressalta que é quase sempre na infância, quando as crianças acreditam ser todas iguais, que a garotada negra descobre o que significa o preconceito. Para contextualizar a questão, o programa traz exemplos como o da rapper mirim MC Soffia que faz rimas contra o racismo.
Ela começou a cantar aos 6 anos. Aos 7, MC Soffia se apresentou no Vale do Anhangabaú, no aniversário da cidade de São Paulo. Com 11 anos, a rapper estourou com a música Menina Pretinha. Aos 12, a pequena artista encantou o mundo com as suas canções e a sua postura. Por meio do rap, ela encontrou um modo de incentivar os outros jovens a se orgulharem por serem negros. 
O Nação dá exemplos de como o racismo afeta as crianças por meio de ações como a rejeição de alguns colegas na escola, a discriminação disfarçada de piadas e brincadeiras. Outro aspecto relevante é a falta de referências, que vão desde os contos de fada, passando pela mídia, até situações simples do cotidiano.
Mesmo sem saber o que é preconceito racial, as crianças se veem obrigadas a enfrentá-lo. Se já é difícil na fase adulta, com os pequenos o racismo consegue ser ainda mais cruel.
Apresentado por Fernanda Carvalho, o programa Nação é produzido pela TVE/RS.

SERVIÇO:
‘Nação’: Hoje, quarta-feira (17), às 21h50,
 na TV Brasil

Veja Também