Pedras marcam presença em decoração de ambientes

Naturais ou industrializadas, as pedras conferem personalidade ao ambiente

Postado em: 21-10-2016 às 08h00
Por: Renato
Naturais ou industrializadas, as pedras conferem personalidade ao ambiente

Lucíola Correa

Levar a natureza para dentro de casa ou do ambiente de trabalho nunca esteve tão em evidência, e esse papel não é prerrogativa apenas das plantas. Elementos naturais muito próximos a nós, como mármores, granitos e pedras exóticas, têm cumprido essa função com maestria – seja como revestimento, piso, cubas, balcões ou transformados em peças de mobiliário.

De acordo com profissionais que atuam no segmento da construção civil, arquitetura e decoração, o objetivoao usá-las é deixar os ambientes de convívio familiar e social personalizados, mas com um toque natural. Eles afirmam que os projetos têm primado por evidenciar os veios e as texturas de cada material, além de investir em cores para imprimir um toque de arte ao ambiente, onde a peça se encontra.

Continua após a publicidade

Os empresários goianos do ramo de pedras ornamentais Kaio Franco, Kiara Franco e Karine Franco confirmam este argumento. Para eles, os clientes que utilizam pedras em seus projetos são pessoas que as enxergam como uma joia, ou melhor, como uma obra de arte lapidada pela própria natureza. “Em todos os projetos executados até hoje pela Gruta Mármores e Granitos, é perceptível o apreço pelo belo”, dizem os empresários. 

A tecnologia também chegou ao mercado das pedras. Outra opção que vem ganhando vez nos projetos é o uso de produtos industrializados compostos por até 93% de quartzo, um elemento natural. As pedras industrializadas oferecem uma uniformização em termos de cor, é de fácil limpeza e, devido à sua alta impermeabilidade, o material não permite o desenvolvimento de bactérias ou fungos – tornando-se ideal para áreas gourmet ou cozinhas, por exemplo. 

Adepto das pedras naturais, o arquiteto e designer de interiores Alexandre Milhomem não abre mão de especificá-las em seus projetos. “Mármores, granitos e pedras exóticas, como o ônix, são verdadeiras joias, dão outra significação ao ambiente”, justifica Milhomem. A arquiteta Maria Helena Caetano especifica ambos os materiais. Para ela, a escolha é feita a partir da necessidade de cada cliente. Em um de seus mais recentes projetos, a profissional optou pelo quartzo liso, colorido em tons claros, para a bancada da cozinha a fim de levar harmonia e aconchego ao ambiente. “Busquei usar na cozinha um material resistente, porém fino, que não interferisse na linguagem do projeto, e o resultado agradou a todos que se utilizam do ambiente”, garantiu ela.

Veja Também