Em novo discurso na ONU, BTS fala dos impactos da pandemia e lança performance especial de música

O grupo de K-pop BTS foi o convidado especial da Assembleia Geral da ONU para discursar na manhã desta segunda-feira (20/09). O

Postado em: 20-09-2021 às 13h23
Por: Luan Monteiro
Grupo de K-pop foi convidado para discursar na Assembleia Geral da ONU onde falaram sobre impactos da pandemia na vida dos jovens | Foto: Reprodução

O grupo de K-pop BTS foi o convidado especial da Assembleia Geral da ONU para discursar na manhã desta segunda-feira (20/09). O septeto já havia discursado na assembleia da organização em 2020 e, neste ano, falou sobre o impacto da pandemia causada pela Covid-19 na vida dos jovens.

Durante o discurso, que durou cerca de 7 minutos, o grupo formado por RM, Jin, Suga, J-Hope, Jimin, V e Jungkook deu uma mensagem de esperança e os problemas enfrentados durante a pandemia.

“Tive momentos nos últimos dois anos que eu também me senti sobrecarregado e confuso, mas ainda assim pessoas torciam: ‘Vamos viver! Vamos fazer o melhor desse momento'”, afirmou Jin.

Continua após a publicidade

“Fiquei triste em ouvir que formaturas foram canceladas. É um momento de celebração e perdê-lo é frustrante. Nos partiu o coração cancelar nossa turnê mundial de shows. Por um tempo, nós ansiamos pelos momentos que queríamos que fossem completos”, disse Jungkook.

“Foi um momento que lamentamos o que o Covid-19 tirou de nós. Um momento de descoberta de como os momentos, que tomamos por certo, eram preciosos”, acrescentou Suga. O BTS também lançou uma performance especial da música “Permission to Dance”.

“Tivemos uma sensação invasiva de pavor de que nosso tempo no mundo seja limitado. Acabamos de falar sobre as coisas que lamentamos e estremeço em pensar sobre o luto sobre a terra. Todo mundo concorda que as mudanças climáticas são um problema importante, mas falar sobre a solução não é fácil”, disse J-Hope.

“É uma discussão difícil. Mas aprendi que há muitas pessoas interessadas nos campos de estudos desse tema. Essas pessoas estão buscando as respostas de como devemos viver nosso futuro”, disse Namjoon. “Espero que não consideremos o futuro apenas como uma escuridão sombria. Ainda temos muitas páginas em nossa história, e não devemos falar como se o final já estivesse escrito”, acrescentou Taehyung.

“Essa geração está buscando novas coisas, aprendendo. Eles não estão perdidos. Estão achando coragem e aceitando desafios”, afirmou Jimin. “Em vez de chamá-los de geração perdida, podemos chamá-los de geração acolhedora. Em vez de temer as mudanças, eles as abraçam. Eles falam: ‘Bem-vindo’ e seguem em frente”, disse Jin.

Veja Também