Zoológico de Goiânia recebe casal de macacos da espécie babuíno-sagrado nesta terça (22)

Postado em: 21-12-2021 às 10h37
Por: Igor Afonso
Os animais farão companhia para a Janaína, da mesma espécie, que perdeu seu companheiro Sansão no ano passado | Foto: Divulgação

Funcionários da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul) saíram de Goiânia na madrugada desta segunda-feira (20/12) com destino ao Parque Zoológico Municipal de Bauru em São Paulo, para buscar dois macacos da espécie babuíno-sagrado (Papio hamadryas).

Os animais, que devem chegar à capital na noite da próxima terça-feira (21/12), farão companhia à Janaina, animal da mesma espécie que está sob os cuidados do zoológico de Goiânia. 

“Ela veio do zoológico de Camboriú em 2012 e formava um casal com o Sansão. Infelizmente ele morreu no ano passado e desde então temos empenhado esforços em conseguir a transferência de um macho, para que a fêmea não fique solitária”, explica o presidente da Agetul, Valdery Junior.

Os macacos transferidos de São Paulo são uma fêmea, de aproximadamente nove anos, e um macho de sete anos, que nasceram no Parque Zoológico de Bauru. Inicialmente, eles ficarão em uma ilha separada da Janaína para se acostumarem visualmente e posteriormente, ficarem na mesma ilha.

“Aqui no nosso zoológico esses animais terão um espaço maior para viver, já que serão inseridos nas novas Ilhas dos Primatas, que recentemente foram ampliadas em uma obra que custou R$ 2 milhões e foi entregue pelo prefeito Rogério Cruz no final do mês passado”, pontua Valdery Junior. 

Essa espécie de macacos é de origem nativa do norte da África e do sudoeste da Arábia. Se alimentam com frutas, insetos, ovos e pequenos vertebrados. Eles possuem esse nome porque eram considerados animais sagrados pelos antigos egípcios.

Compartilhe: