Globo afasta diretor artístico após denúncias de racismo e segregação durante gravações de novela

Documentos apontam que eles separavam as pessoas entre elenco branco e negro, incluindo camarins separados nos estúdios

Postado em: 17-02-2022 às 12h08
Por: Igor Afonso
Documentos apontam que eles separavam as pessoas entre elenco branco e negro, incluindo camarins separados nos estúdios | Foto: Divulgação

Vinicius Coimbra, diretor artístico da novela Nos Tempos do Imperador, foi afastado temporariamente de suas atividades na Globo após receber denúncia de racismo durante as gravações da novela.

Atrizes como Cinnara Leal, Dani Ornellas e Roberta Rodrigues procuraram a direção da emissora para falar sobre a postura do diretor e de sua equipe. Ricardo Waddignton e José Luiz Villamarim, ambos diretores da Globo, foram avisados sobre as queixas das atrizes e afirmaram que tomariam providências.

Segundo o portal Notícias da TV, as atrizes afirmam que Coimbra e sua equipe tinham falas preconceituosas e que fizeram segregação entre os atores. Documentos apontam que eles separavam as pessoas entre elenco branco e negro, incluindo camarins separados nos estúdios.

Continua após a publicidade

Agora, as atrizes esperam o fim das investigações internas para decidirem se vão processar a emissora e Coimbra na Justiça brasileira. A Globo afirmou que não comenta questões relacionadas a compliance em razão do “compromisso de sigilo previsto no Código de Ética”.

Veja Também