Missa de sétimo dia de Jô Soares será celebrada na quinta-feira, no Colégio Sion, em SP

O humorista faleceu na madrugada do dia 5 de agosto, no hospital Sírio Libanês, em São Paulo

Postado em: 08-08-2022 às 15h49
Por: Ana Bárbara Quêtto
O humorista faleceu na madrugada do dia 5 de agosto, no hospital Sírio Libanês, em São Paulo | Foto: Reprodução

A missa de sétimo dia do apresentador Jô Soares, que faleceu na última sexta-feira (5/8) aos 84 anos, será feita nesta quinta-feira (11/8). A missa será celebrada às 19h, na capela do Colégio Sion, no bairro de Higienópolis, em São Paulo, onde Jô morou por 30 anos.

Organizada pela Academia Paulista de Letras, a cerimônia será restrita a amigos e familiares do escritor. Já o velório, que ocorreu no bairro paulistano da Bela Vista, teve a presença de famosos como Tiago Leifert, Serginho Groisman, Matinas Suzuki Júnior (biógrafo de Jô) e Juca de Oliveira.

O corpo do apresentador foi cremado na cidade de Mauá, que fica a 30 quilômetros de São Paulo. Não houve uma cerimônia de sepultamento, Flávia Pedras Soares, ex-mulher de Jô, conduziu o procedimento sozinha.

Continua após a publicidade

O humorista faleceu na madrugada do dia 5 de agosto, no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A causa da morte ainda não foi divulgada, mas, fontes próximas ao artista relatam que ele já estava com a saúde debilitada.

“O paciente Jô Soares faleceu na data de hoje, 05 de agosto, às 2h20, no Sírio-Libanês. em São Paulo. Ele estava internado desde o dia 28 de julho no hospital, onde era acompanhado pelas equipes do corpo clínico da instituição”, escreveu a assessoria do humorista, em conjunto com o hospital.

Leia também: Garçom de Jô Soares por 27 anos se emociona ao se despedir do apresentador

Luto

“Ele estava em um momento delicado de saúde. Ele fazia um tratamento complicado, com a idade avançada, ia e vinha do hospital, mas não importa. A gente nunca está preparado para a partida. Não sei lidar com a morte”, informou Adriane Galisteu em entrevista ao jornalista William Leite.

Diversos famosos e outras figuras vieram a público declarar o luto, com a perda de Jô. Entre eles: a cantora Zélia Duncan, Danillo Gentilli, governador Ronaldo Caiado (União Brasil) e o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Gustavo Mendanha.

Duncan escreveu: “O Brasil perdeu hoje um artista único, um comediante que amava seu ofício acima de tudo, um ator fora de série. Um entrevistador brilhante. Um cidadão que amava seu país e seus amigos. Jô Soares, obrigada por tanto!”.

Leia também: Corpo de Jô Soares é liberado de hospital; velório será restrito a familiares e amigos

Veja Também