“Tocar em Goiânia seria demais, sou um admirador da capital”

Paulista radicado em Joiville, Mario Ghanna fala sobre seu novo trabalho, ‘Meio Samba, Meio Blues’

Postado em: 02-05-2018 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Paulista radicado em Joiville, Mario Ghanna fala sobre seu novo trabalho, ‘Meio Samba, Meio Blues’

O cantor Mario Ghanna lançou recentemente seu mais novo projeto: Meio Samba, Meio Blues – Mario Ghanna ao Vivo. Com 11 faixas de diversas temáticas, o artista apresenta ao público uma mistura de blues, soul e rock e da música popular brasileira. Em O Dono Do Mundo e Mãos ao Alto, por exemplo, o CD traz críticas ao sistema político brasileiro. Já nas canções Isqueiro, Prelúdio e Tia lá da Venda, um samba de mesa, o cantor retrata o amor. 

Ghanna apresenta ao público um novo conceito para lançamento do álbum, apostando em um registro visual intimista do que ‘rolou’ no dia em que ele e um pequeno público de cerca de 50 convidados estiveram em estúdio para gravação do disco. Dessa forma, o cantor vai disponibilizar ao público o vídeo completo do dia da gravação, fugindo da ideia de DVD – que pede grande produção e investimento.

Continua após a publicidade

Além de suas composições, Mario Ghanna apresenta ao público uma releitura, de Exagerado (1985), de Cazuza, com Chips, de Don L – que já ganhou vídeo, lançado no último dia 4 de abril, quando Cazuza completaria 60 anos. O álbum foi gravado ao vivo, em Curitiba (PR), e conta com participações especiais de Guxa (em Caco Valente) e Mano Silva (em Minha Sorte). 

Mario Ghanna

Músico, compositor e intérprete de uma sonoridade própria e autêntica, Mario Ghanna já foi indicado ao Grammy Latino, Prêmio Multishow e ao Prêmio de Música Catarinense. Além disso, o cantor venceu, em Los Angeles, o The Akademia Awards 2016. Paulista, radicado em Joinville, em Santa Catarina, o multiartista falou ao  Essência sobre sua carreira e o mais recente trabalho, Meio Samba, Meio Blues – Mario Ghanna ao Vivo. Veja a entrevista ao lado. 

*Integrante do programa de 

estágio do jornal O HOJE sob orientação da editora Flávia Popov 

Veja Também