Goiânia recebe três espetáculos do consagrado diretor Hugo Rodas

Os premiados Ensaio Geral e Punaré & Braúna serão apresentados em dois dias, sexta (4) e sábado (5); já o espetáculo Adubo, no domingo (6)

Postado em: 04-05-2018 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Os premiados Ensaio Geral e Punaré & Braúna serão apresentados em dois dias, sexta (4) e sábado (5); já o espetáculo Adubo, no domingo (6)

A Agrupação Teatral Amacaca (ATA), dirigida pelo diretor de teatro uruguaio Hugo Rodas, traz, de sexta-feira (4) a domingo (6), três espetáculos ao palco do Centro Cultural da UFG. Os premiados Ensaio Geral e Punaré & Braúna serão apresentados em dois dias, sexta (4) e sábado (5); já o espetáculo Adubo, no domingo (6). Os três espetáculos compõem a Minimostra Retrospectiva Hugo Rodas com apresentações exclusivas para Goiânia.

Em turnê por capitais como Belo Horizonte e Brasília, a trupe do consagrado diretor uniu dois premiados espetáculos em uma noite: Ensaio Geral, obra estreada em 2012 – vencedora do Prêmio Myriam Muniz e Melhor Trilha Sonora do Prêmio Sesc do Teatro Candango, do mesmo ano, e apresentada mais de 72 vezes em oito estados brasileiros , e Punaré & Baraúna, de 2015, vencedora de três prêmios no Prêmio Sesc do Teatro Candango: Melhor Direção, Trilha Sonora e Iluminação. 

Continua após a publicidade

Encenações

A ‘OperATA’ oferece ao espectador um painel da obra recente de Hugo Rodas e sua trupe. Em Ensaio Geral, o amor é celebrado em colagens de textos de Hilda Hilst, Caio Fernando Abreu, Eduardo Galeano, dentre outros, em um suposto ensaio na casa de alguém regado a vinho, com estética inspirada na juventude e em grafites urbanos. Já Punaré & Baraúna é um musical autoral sertanejo sobre triângulo amoroso inspirado no romance de Luiz Bernardo Pericás – Cansaço: A Longa Estação. O mesmo cenário vira pano de fundo para retratar este sertão qualquer e Amacaca canta a história destes personagens em 11 músicas originais.

Tendo um quadro negro escrito a giz ao fundo, Adubo versa sobre a morte e tudo que a rodeia, em um texto rápido e denso dividido em blocos narrativos, sempre acompanhados de mudanças nos desenhos do quadro, uma metáfora sobre as transitoriedades da vida. A partir de cada história contada, o espectador é levado a risos e reflexões, alternando a visão da história sob as óticas de cada personagem. Com 13 anos de estrada, Adubo já participou de dezenas de mostras e festivais, arrancando fortes aplausos por onde passa. 

Hugo Rodas

Nascido no Uruguai e radicado há mais de 40 anos no Brasil, Hugo Rodas firma-se como um dos mais talentosos e importantes artistas de teatro da atualidade, transitando como ator, diretor, bailarino, coreógrafo, cenógrafo, figurinista e professor de teatro. Sua trajetória está sempre ligada aos grupos teatrais para os quais trabalha, desde o Grupo Pitu, nas décadas de 1970 e de 80, passando pelo Teatro Universitário Candango (Tucan), nos anos 90 e 2000, assim como pela Companhia dos Sonhos. Atualmente, é um dos nomes à frente da Agrupação Teatral Amacaca (ATA), sua mais recente trupe.

SERVIÇO

Quando: de sexta-feira (4) a domingo (6) 

Onde: Centro Cultural da UFG (Av. Universitária, nº 1.533, Setor Leste Universitário – Goiânia) 

Horário: 20h

Entrada: R$ 20 (inteira) /R$ 10 (meia-entrada)

 

Veja Também