Espetáculo ‘Estesia’ aborda esquizofrenia em seu enredo

A atração ocorre no Teatro Sesc Centro, nesta terça-feira (08). A peça é inspirada na obra As Bacantes, de Eurípedes, e conta a história de uma vila isolada do mundo

Postado em: 08-05-2018 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
A atração ocorre no Teatro Sesc Centro, nesta terça-feira (08). A peça é inspirada na obra As Bacantes, de Eurípedes, e conta a história de uma vila isolada do mundo

GABRIELLA STARNECK E SABRINA MOURA*

Continua após a publicidade

O espetáculo Estesia – texto de Jhey Matos com colaboração da Cia. 41 Cinquenta – será apresentado, nesta terça-feira (8), no Teatro Sesc Centro. A peça é inspirada na obra As Bacantes, de Eurípedes, e conta a história de uma vila isolada do mundo. Seus habitantes veem sua realidade transformada depois da chegada de três mulheres – tudo visto sob o olhar de Penteu, um jovem com esquizofrenia. “Com dez atores em cena, o Estesia fala sobre a nossa noção de liberdade e de realidade. Nós temos uma vila atemporal que acredita que sua liberdade é a realidade que existe. A liberdade é tida dentro das regras da vila, e, com a chegada de três mulheres, eles começam a perceber que nem tudo é como as autoridades estão dizendo para eles. E aí o público tem a noção expandida da liberdade e a realidade em si”, comenta a atriz e produtora do projeto Anna Bê.

Espetáculo 

No texto original de As Bacantes, a história narrada é a de Penteu, rei de Tebas, e de sua mãe, Agave. Os dois são punidos, na trama, por Dionísio, um deus que é primo de Penteu. Já em Estesia, a narrativa é adaptada para ser contada sob o ponto de vista de um menino com esquizofrenia. A peça busca causar no público um grande impacto visual e sonoro para representar esta visão. “Nossa intenção com o espetáculo é mostrar o quanto a realidade pode ser relativa ao olhar das pessoas”, comenta Anna. “O nosso texto e o projeto foi feito por todos os atores, nossa maior dificuldade foi conter tantas ideias em um projeto só, que acabou dando muito certo”, completa.

Além da cenografia e da sonoplastia, o figurino foi concebido baseado na simbologia que remete à esquizofrenia e às dificuldades de cada papel ali interpretado. O jovem Penteu, personagem principal da trama, vive em uma vila pacata que recebe a visita de três mulheres estranhas, e é a partir daí que a trama se desenrola. Elas parecem trazer um mau agouro para o local, e o menino tenta desvendar o que acontece enquanto sua vila é tomada pela libertinagem e loucura trazidas pelas mulheres. “Nós queremos mostrar qual é a noção de liberdade que as pessoas tem. Trazendo uma visão dualista, sobre a liberdade, sobre e a noção de poder”, finaliza Anna. 

*Integrantes do programa de estágio do jornal O HOJE 

sob orientação da editora Flávia Popov

SERVIÇO

Peça teatral ‘Estesia’

Quando: terça-feira (8)

Onde: Teatro Sesc Centro ( Rua 15, esquina com a rua 19, Setor Central – Goiânia)

Horário: 20h

Entrada: R$ 8 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e dependentes), R$ 10 (conveniados), R$ 11 (meia-entrada) e R$ 22 (inteira) 

Veja Também