Primeira noite do fim de semana é marcada por influências latinas

Além de atrações regionais e de países vizinhos, festival recebeu o rapper Emicida

Postado em: 12-05-2018 às 13h00
Por: Guilherme Araújo
Além de atrações regionais e de países vizinhos, festival recebeu o rapper Emicida

Além
de Gilberto Gil, francisco, el hombre,
As Bahias e a Cozinha Mineira e Meridian Brothers foram alguns dos nomes que
fizeram Goiânia sacudir nesta sexta (11) durante a primeira noite do Festival
Bananada 2018. Com casa lotada, o evento, realizado na área externa do shopping
Passeio das Águas se converteu logo de cara em uma corrida para assistir às
mais de 70 atrações, que só saíram de cena no início da madrugada.

Antes
de Gil com seu Refavela 40, a apresentação simples e envolvente da dupla
AveEva, no Palco Sympla, foi quem deu as boas-vindas ao público agitado. Em
ritmo nordestino com influências de ciranda, forró e côco, foi projeto um sabor
latino, endossado pelos colombianos do Meridian Brothers. Na apresentação da
banda bogotana, houve até imitação de sons de pássadoras, mesclados à
psicodelia característica da banda.

Continua após a publicidade

Com
outros três palcos divididos entre o espaço, o único problema aparente foi a verdadeira
maratona travada para acompanhar apresentações que chocavam de horário. Pouco
depois da 1h da manhã, o palco Red Bull Music deu espaço à fúria latina dos mexicanos
da francisco, el hombre, que tiveram apresentação dedicada ao produtor musical
Miranda, morto em abril deste ano e a companhia de Lucas Estrela na guitarra.

Com
repertório curto, o grupo apresentou as canções do disco Soltasbruxa (2015). Quase ao mesmo tempo, no palco Catuaba
Selvagem, onde As Bahias e a Cozinha Mineira, desde a 00h15, deleitavam-se em
seu pop político e divertido, promovendo uma catarse geral. Na ocasião, quem
fez surpresa foi a dragqueen Pabllo Vittar e o cantor Matheus Carrilho, ex-Banda Uó. Vittar se apresenta no evento neste
sábado, com participações de Aretuzza Lovi e a angolana Titica.

No
palco Chilli Beans Pouco depois da meia-noite, foi a vez do paulista Emicida,
que trajava um visual clean e despojado, consagrar sem nenhuma novidade o
festival como um dos maiores porta-vozes da diversidade nacional em termos de música.
O Bananada segue até o dia 13 de maio, próximo domingo, e recebe neste sábado
atrações como Javiera Mena, Carne Doce e Ava Rocha.

 

Veja Também