GoiásFomento retoma visitas a empreendedores

Ação é desenvolvida pela Assessoria de Orientação e Apoio ao Empreendedor e estava suspensa devido à pandemia

Postado em: 04-09-2021 às 14h00
Por: Carlos Nathan Sampaio
Ação é desenvolvida pela Assessoria de Orientação e Apoio ao Empreendedor e estava suspensa devido à pandemia | Foto: Reprodução

O Governo de Goiás, por meio da Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento), retomou a realização de visitas a micro e pequenos empreendedores goianos que captaram crédito da instituição financeira. A atividade estava suspensa por causa da pandemia de Covid-19.

As vistorias são realizadas pela equipe da Assessoria de Orientação e Apoio ao Empreendedor (Assae) da Goiás Fomento. O objetivo é fiscalizar os empreendedores para garantir a correta aplicação dos recursos, a liquidez dos bens oferecidos em garantia e a qualidade da carteira de crédito.

De acordo com Fabiana Cristina Benatti, uma das responsáveis pelas visitas, os técnicos da GoiásFomento documentam o negócio por meio de imagens, que são inseridas em um relatório elaborado pela unidade.

Continua após a publicidade

A retomada das vistorias foi iniciada na última terça-feira (24/08). As empresas escolhidas são das cidades de Caldas Novas e Rio Quente, no Sul do Estado, e operam na área de turismo. São elas: Empadão Goiano da Tânia, Restaurante Alchimia, Restaurante e Pizzaria Saborela e Trilhas da Amazônia Sorveteria e Açaiteria.

Turismo

O presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar, destaca que o trabalho é importante, por prestar apoio aos empreendedores, e garantir a correta aplicação dos recursos financeiros que devem ter efetividade no desenvolvimento e geração de empregos.

De acordo com Rivael, a retomada das visitas por empresas da área do turismo se faz necessária por ser um dos segmentos da atividade econômica que merecem atenção especial no atual momento de pandemia.

“A cadeia de turismo foi duramente afetada e ainda busca retomar os negócios”, afirmou Rivael. Ele lembrou que, para apoiar os empreendedores do setor turístico, a GoiásFomento ainda dispõe de recursos de R$ 46,7 milhões oriundos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur) do Ministério do Turismo, em linhas de crédito especiais. Além disso, a instituição financeira acompanha o desempenho dos negócios, por meio de apoio, orientação e fiscalização.

Recentemente o Governo, por meio da GoiásFomento e de outros órgãos estaduais, também participa da Expedição Desafiando Limites Caminho de Cora Coralina percorrido pelo ultramaratonista Márcio Villar. O evento que começou em Corumbá de Goiás e terminou na cidade de Goiás, teve como objetivo divulgar (nas cidades visitadas) duas linhas de crédito operadas pela GoiásFomento: a primeira voltada para o turismo, com o amparo do Fungetur; e a outra destinada ao produtor empreendedor, para o agronegócio.

No caso da linha de crédito do turismo, a Agência de Fomento oferece condições diferenciadas de pagamento, prazo e carência, com limite de até R$ 2 milhões por operação. A linha de crédito do produtor empreendedor, voltada para o agronegócio, atende a várias culturas agrícolas, com o limite de R$ 50 mil, 12 meses de carência, prazo de 48 meses para pagamento e taxa pré-fixada de 0,5% ao mês, ou seja, de 6% ao ano. O gerente explicou que, em Pirenópolis, além dos atendimentos realizados no último domingo (15) e na segunda-feira (16), foram promovidos encontros com lideranças rurais e da área de hotelaria, bares e restaurantes.

Financiamento

Rosângela Alves, proprietária do Restaurante e Pizzaria Saborela, estabelecimento que está situado na entrada de Caldas Novas, trabalha no ramo da alimentação há 17 anos. Ela obteve o financiamento já no período da pandemia. Segundo ela, o crédito “ajudou bastante” na ampliação da estrutura física e na compra de equipamentos.

“Esse apoio da GoiásFomento para os microempresários é um fôlego a mais para continuar trabalhando. Aqui na nossa empresa, chegou na hora certa para podermos reabrir e atender a demanda de turistas que, aos poucos, estão voltando para as águas quentes. Estamos colhendo os bons frutos”, comemorou a empreendedora.

Para Rosângela Alves, é importante receber a visita dos técnicos, “porque eles realmente veem como o dinheiro foi aplicado, e se tem falhas, nos ajudam a corrigir. Passamos as informações exigidas no contrato, essa visita que eles fazem é muito boa e necessária”. O Restaurante e Pizzaria Saborela atende no horário do almoço. À noite, além de refeições variadas, também fornece um cardápio de pizzas. O estabelecimento possui 20 funcionários, que se revezam em dois turnos.

Atendimento Para ter acesso às linhas de crédito da GoiásFomento, o primeiro passo é acessar o site www.goiasfomento.com, que contém todas as informações. Também é possível buscar atendimento pelo telefone fone (62) 3216-4900; e ainda consultar os contatos telefônicos dos correspondentes de crédito.

Veja Também