Mesmo com queda no segundo trimestre, desemprego ainda afeta 14,1 milhões de brasileiros

Os dados foram divulgados nesta quinta (30/09) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Postado em: 30-09-2021 às 12h18
Por: Agência Brasil
Os dados foram divulgados nesta quinta (30/09) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) | Foto: Reprodução

A taxa de desocupação caiu 1 ponto percentual no trimestre encerrado em julho, indo para 13,7% na comparação com o trimestre finalizado em abril. Mesmo com a queda, o país ainda tem 14,1 milhões de pessoas em busca de um trabalho.

Os dados foram divulgados nesta quinta (30/09), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que produziu a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua.

Segundo o instituto, houve aumento de 3,6% no número de pessoas ocupadas, com mais 3,1 milhões no período analisado, chegando a 89 milhões de pessoas.

Continua após a publicidade

Segundo a analista da pesquisa Adriana Beringuy, o aumento de 1,7% no número de trabalhadores empregados fez com que a taxa de ocupação chegasse de 50% desde o início da pandemia de covid-19, em março de 2020.

“Essa é a primeira vez, desde o trimestre encerrado em abril de 2020, que o nível de ocupação fica acima de 50%, o que indica que mais da metade da população em idade para trabalhar está ocupada no país”, afirmou.

Veja Também