Ano novo, dívida zero: saiba como começar o ano com as contas em dia

Postado em: 09-01-2022 às 12h00
Por: Alexandre Paes
Realizar parcelamentos e utilizar o cheque especial são os grandes vilões na missão de quitar os débitos | Foto: reprodução

A maior preocupação de grande parte da população, são as dívidas acumuladas de um ano inteiro e as que estão por vir com o começo de um novo ano. Todo cuidado é pouco para não ficar com o nome sujo, parcelamentos e cheque especial são os grandes vilões nessa missão. 

“Se estiver utilizando o cheque especial, faça uma negociação para que fiquem parcelas fixas, evitando qualquer dívida de crédito rotativo, esse sim corre o risco de se transformar em bola de neve e ficar impraticável para os próximos meses”, explica o professor de ciências contábeis, Reis Rocha. 

Outra dica para quem deseja começar o ano com o pé direito é focar no planejamento financeiro, colocando todos os gastos que teve no final do ano e os gastos que terá nos próximos 6 meses.

Se o caso for de dívidas em atraso, procure o seu banco e renegocie, as deixando com parcelas fixas e coloque-as em seu planejamento. O coordenador ainda explica que é muito eficaz no momento de diminuir os gastos, a elaboração de uma lista de compras que precisam ser feitas logo em janeiro, como, por exemplo, fardamento, material escolar e não esquecer de incluir os impostos, IPVA e IPTU.

“Verificar todas as entradas e saídas, ponderando e verificando o que você pode parcelar, pagar à vista, possíveis descontos e analisar, onde você tiver vantagem pague no ato da compra, se não houver nenhum desconto, não é interessante fazer o pagamento sem ser parcelado”, conclui Reis Rocha.

Se após realizar todos os pagamentos e fazer o seu planejamento, sobrando dinheiro, só é interessante fazer o adiantamento de parcelas se você for ganhar algo com isso, como, por exemplo, descontos, se não existir essa possibilidade, deixe o dinheiro aplicado ou guardado para quando chegar o momento de efetuar o pagamento.

Reis Rocha deu algumas dicas do que fazer para evitar os gastos desnecessários, e ter um controle financeiros deste momento até o fim do ano, confira:

  • Planejamento (organize compras do mês e calcule gastos e reservas posteriores)
  • Controle dos gastos (na hora das compras do supermercado, faça uma lista para ver o que falta em casa)
  • Evitar compras desnecessárias (gastos supérfluos com utensílios que não acrescentam só ajuda a contrair mais dívidas)
  • Negocie suas dívidas atrasadas (uma dica é usar o app do serasa caso esteja negativado)
  • Evite usar o crédito rotativo (devido a alta taxa de juros)
Compartilhe: