Prática de exercícios físicos deve seguir tendências em 2022

Postado em: 22-01-2022 às 16h00
Por: Giovana Andrade
Gamificação, tecnologia inteligente, comunidade híbrida e visualização auxiliam usuários a alcançarem seus objetivos | Foto: Reprodução

A indústria fitness tem passado por muitas mudanças e adaptações nos últimos anos, principalmente devido às medidas restritivas impostas pela pandemia de Covid-19, que impactaram a forma como as pessoas praticam exercícios físicos. Entre as novas tendências, os aplicativos de exercícios físicos e estilo de vida, que fazem uso de inteligência artificial, estão conquistando cada vez mais usuários. 

“Com a pandemia, muitas pessoas deixaram de enxergar a prática de exercícios como algo milagroso e passaram a entender a importância das atividades para uma saúde equilibrada a longo prazo”, explica Vanessa Gebhardt, líder de experiência de treinamento e coach de mentalidade de um desses aplicativos.

Para a especialista, cuidar da saúde mental e da forma física é a melhor maneira de garantir uma vida equilibrada. “É fundamental conhecer alternativas, definir metas e cumprir essas resoluções com saúde e da maneira correta. Há várias modalidades de exercícios e treinos, e certamente elas se encaixam com o perfil de cada pessoa”, completa.

Nesse contexto, a especialista destaca quatro tendências fitness as quais acredita que irão ditar a prática de exercícios físicos em 2022. A primeira delas é a gamificação em esportes e fitness, ou seja, tratar os hábitos saudáveis como uma espécie de desafio a ser cumprido, a partir da integração de mecânicas de jogos para motivar, melhorar o engajamento e, consequentemente, manter os usuários voltando para mais práticas.

Por meio da ativação de laços de reforço positivo do cérebro, a gamificação torna o exercício mais agradável, de forma que os usuários o vejam menos como uma tarefa árdua, e sim como algo que eles esperam regularmente. “Isso ajudará muito a oferecer a dose certa de motivação para construir uma rotina sustentável e ajudar os usuários a subir de nível continuamente”, explica Vanessa.

Segundo a especialista, a gamificação como método para aumentar a motivação também mudará a maneira como algumas pessoas veem o condicionamento físico e transformarão o sentimento de “tenho que malhar” em “quero malhar”. “Essa tendência crescente tem a capacidade de tornar o exercício mais divertido enquanto cria uma sensação de competição amigável e feroz”, completa.

Outra tendência que deve ganhar força é a tecnologia fitness inteligente, que está em constante evolução. Desde dispositivos de rastreamento contínuos a monitoramento de movimento de última geração, agora é possível analisar facilmente o desempenho de treino para otimizar a eficiência e o prazer.

Disponível na ponta dos dedos, esta tecnologia de rastreamento fecha a lacuna entre o esporte analógico e o mundo digital, permitindo ainda mais sistemas de competição híbridos para aprimorar a experiência de treinamento moderna.

“Essa tendência em desenvolvimento de tecnologia inteligente oferecerá aos usuários a oportunidade de liberar todo o seu potencial de treinamento e também abrir caminho para experiências de condicionamento físico mais personalizadas no futuro”, explica Vanessa.

Além disso, a especialista aposta que este ano será o da comunidade híbrida, na medida em que a pandemia abriu o caminho para que as comunidades digitais crescessem, ao mesmo tempo em que destacou a importância dos encontros presenciais. “Quando se trata de condicionamento físico, esses grupos híbridos ajudarão as pessoas a permanecerem consistentes com seus treinos e motivadas a continuar, mesmo nos dias de folga. Além disso, o sentimento de troca recebido dos colegas ajuda a priorizar hábitos saudáveis que duram o ano todo”, pontua a especialista.

Em 2022, essa tendência continuará a crescer, capacitando o setor a avançar para soluções mais híbridas que atendam à crescente necessidade de flexibilidade e liberdade de condicionamento físico.

Por fim, pesquisas sugerem que exercícios de alta intensidade que incorporam uma forma de atenção plena podem ter efeitos positivos para melhorar o humor, o prazer do treino e ajudar a manter a conexão entre o corpo e a mente. Nesse sentido, a visualização também deve ajudar a manter o foco nas práticas fitness.

“2022 trará uma série de novos treinos emocionantes que farão com que os usuários se sintam como competidores em um jogo. Por esse motivo, a prática de visualizar o sucesso e a conquista na competição se tornará cada vez mais popular”, completa Vanessa.

“Por meio dessas práticas, os usuários estarão se divertindo e, como resultado, mais propensos a manter uma rotina de exercícios a longo prazo e colher os benefícios”, finaliza.

Compartilhe: