Brasileiros já pagaram mais de R$ 1 trilhão em impostos desde o início do ano; inflação é a grande vilã

Postado em: 03-05-2022 às 10h48
Por: Alexandre Paes
Na esfera federal, os impostos relacionados à Previdência são aqueles com a maior quantia arrecada neste ano, com um total de R$ 187 bilhões. | Foto: Reprodução/Internet

Desde que o ano de 2022 se iniciou os brasileiros já pagaram mais de R$ 1 trilhão em impostos, segundo dados do “Impostômetro”, ferramenta da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). A marca foi atingida na madrugada desta terça-feira (3/5), à 1h37. Esse valor equivale ao montante do valor pago pelos contribuintes brasileiros em impostos, taxas e contribuições aos governos federal, estaduais e municipais.

No ano passado, a quantia foi atingida somente 16 dias depois, em 19 de maio. Durante todo o ano de 2021, os brasileiros pagaram R$ 2.592.601.562.926,43 em impostos no total. Os dados mostram que a tendência de os brasileiros pagarem mais impostos em um período mais curto de tempo já é vista pelo menos nos últimos cinco anos.

A maior quantia de 2022, considerando o mesmo período do ano passado, é reflexo do “aumento de preços e a consequente alta da inflação, já que os impostos incidem sobre o valor final das mercadorias”, explica o economista da ACSP Marcel Solimeo.

O estado de São Paulo lidera a arrecadação tributária até a presente data, com mais de R$ 350 bilhões arrecadados, o que representa 37% do total arrecadado no país. Na esfera federal, os impostos relacionados à Previdência são aqueles com a maior quantia arrecada neste ano, com um total de R$ 187 bilhões.

Compartilhe: