Dia das Mães pretende movimentar comércio varejista

Postado em: 07-05-2022 às 09h38
Por: Alexandre Paes
A expectativa é de um crescimento de 50% nas vendas em relação ao ano passado

O Dia das Mães é uma das datas muito importantes que promove mais vendas, atrás apenas do Natal e, mais recentemente, da Black Friday aqui no Brasil, segundo dados do Google. Neste ano, a data será celebrada no segundo domingo de maio (08) e deve movimentar o comércio em geral. 

Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima-se para a data deste ano um volume de vendas de R$ 12,2 bilhões em todo o país, o que representa um aumento de 47% em relação ao resultado de 2020 (R$ 8,26 bilhões).

Uma pesquisa inédita da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas mostra que 79% dos brasileiros pretendem comprar pelo menos um presente no Dia das Mães, e a data deve movimentar mais de R$ 28 milhões no setor este ano.

A expectativa é de um crescimento de 50% nas vendas em relação ao ano passado, mas os preços podem assustar os clientes. Quase 30% dos entrevistados afirmaram que vão gastar menos porque o orçamento está apertado.

Para 80% dos entrevistados, os presentes para as mães estão mais caros este ano. De acordo com a pesquisa, o consumidor pretende desembolsar, em média, R$ 220, e, por isso, pesquisar os preços virou regra para 81%.

Expectativa e inovação nas vendas 

Apesar da inflação, mas com crescimento registrado nas vendas da Páscoa, cerca de 57% dos lojistas entrevistados pela Fecomércio acreditam que as vendas para o Dia das Mães este ano serão melhores do que no ano passado e apostam em um aumento efetivo nas vendas de 26% em relação a 2021.

Com o aumento das vendas e principalmente da concorrência, os empreendedores e varejistas devem estar atentos a alguns fatores importantes como: atendimento, gestão e outras ações para atrair, fidelizar e oferecer melhor a experiência de compra aos clientes. Para se dar bem os empreendedores têm que inovar e criar métodos de venda. 

Pelas redes sociais a Maísa já trabalhava com a venda de sabonetes, essências e itens de cuidado corporal. Agora ela inaugurou sua loja física, e com a proximidade do dia das mães buscou inovar trazendo formas criativas para vender e conquistar mais clientes.

“Nesse mês das mães nós fizemos algumas estratégias, e uma delas foi criar kits coorporativos, para que as empresas possam presentear as mães que trabalham com eles. Além de ser uma boa opção de custo benéfico, futuramente essas mães poderão ser novas clientes”, contou a empresária Maísa Motta.

As vendas pela internet ainda permanece sendo um dos métodos preferidos pelos clientes. Luciana Padovez é especialista em marketing e explica que esse meio vai continuar em alta, dando praticidade para o consumidor e um ótimo retorno financeiro para o empreendedor. 

“É necessário que essas lojas ou pequenos empreendedores façam publicações nas redes sociais, mostre o que você está produzindo e prepare-se para vender pelo WhatsApp, que tem se tornado um canal mais utilizado entre os consumidores”, indicou Luciana.

Aproveitando a época de vendas para o dia das mães, a empresária decidiu contratar revendedoras, para que a marca possa crescer e ainda ajudar pequenos empreendedores com a revenda dos produtos. E após um período de pouco contato físico com os clientes, ela espera ter um grande volume nas vendas em 2022.

Antônia Mendonça é proprietária de uma Floricultura, e reforçou que a data é uma das mais importantes para as floriculturas. “Estamos muito otimistas com o Dia das Mães, é uma das principais datas para a floricultura. Acreditamos que as flores são a melhor maneira de dizer um ‘eu te amo’, com a beleza da natureza, a delicadeza, a emoção”, afirmou.

Já a Maria de Lourdes Dalian, que é dona de uma loja de roupas na região da Bernardo Saião, a data é a segunda melhor do ano e as preparações começaram. “As expectativas estão altas, principalmente após o período difícil pelo qual todos passamos e, com esperanças renovadas, aguardamos as pessoas em nossa loja para fazer o que não puderam por muito tempo, presentear a quem mais amam” finalizou.

Compartilhe: