Ações da Petrobras caem mais de 4% após governo anunciar troca na presidência; Conheça o indicado ao cargo

Postado em: 24-05-2022 às 17h36
Por: Rodrigo Melo
A indicação ainda precisa ser aprovada pela Assembleia Geral Extraordinária, composta por acionistas da empresa | Foto: Fernando Frazão/Arquivo/Agência Brasil

A bolsa de valores brasileira registrou que nas ações da Petrobras nesta terça-feira (24/5), após o anúncio do governo federal de mais uma troca na presidência da estatal. Por volta das 14h15, a ação preferencial da companhia (PETR4) caía 4,88%, cotado a R$ 30,96. Já o papel ordinário (PETR3) desvalorizava 4,43%, a R$ 33,84. Os recibos de ações da empresa negociados na bolsa de Nova York (ADRs) recuavam 5,15%, aos US$ 14,03.

Para o head de renda variável da Levante Flávio Conde, a queda nesta sessão foi gerada pelo anúncio do governo, que traz a perspectiva de um esforço de espaçamento maior nos reajustes de combustíveis. Conde afirma que os investidores podem estar vendendo as ações devido ao receio pelo cenário incerto, o que resultaria em lucros após uma sequência de alta nos papéis da estatal.

Saída

O Ministério de Minas e Energia anunciou na noite de segunda-feira (23), a saída de José Mauro Ferreira Coelho, eleito em 14 de abril, do cargo. O indicado para o lugar é Caio Mário Paes de Andrade, da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, responsável pela plataforma Gov.br.

Em nota, o ministério justificou a troca citando a escalada nos preços dos combustíveis, e afirmou que Andrade “reúne todos as qualificações para liderar a companhia e superar os desafios que a presente conjuntura impõe”.

A indicação ainda precisa ser aprovada pela Assembleia Geral Extraordinária, composta por acionistas da empresa.

Quem é Caio Mário Paes de Andrade

A expectativa dos investidores é que Caio Mário não tente alterar a política de preços da Petrobras, de paridade internacional, mantendo um perfil pró-mercado. De acordo com economistas, o mercado deve gostar da indicação uma vez que Caio é ligado aos valores liberais e próximo ao ministro Paulo Guedes.

O executivo tem formação em Comunicação Social pela Universidade Paulista, pós-graduação em Administração e Gestão pela Harvard University e Mestre em Administração de Empresas pela Duke University.

Caio vem da secretaria responsável pela plataforma Gov.br. Em 2019, passou da iniciativa privada para a pública, onde atuou como presidente do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa pública de prestação de serviços de Tecnologia da Informação, até agosto de 2020, quando foi para a secretaria do Ministério.

Andrade também é membro do Conselho de Administração da Embrapa e da PPSA (Pré-Sal Petróleo S.A). A PPSA, inclusive, está nos planos de privatização do ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida. Ele entregou no dia 12 de maio ao ministro da Economia, Paulo Guedes, o pedido que incluía a venda também da Petrobras.

Compartilhe: