Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Varejo goiano tem alta de 1,9% nas vendas em setembro, empurrado pelo setor de livros

Na comparação com setembro de 2021, no Brasil houve alta de 3,2%, com a segunda taxa positiva seguida

Postado em: 10-11-2022 às 07h44
Por: Rodrigo Melo
Na comparação com setembro de 2021, no Brasil houve alta de 3,2%, com a segunda taxa positiva seguida | Foto: Reprodução

O volume de vendas do varejo goiano registrou alta de 1,9% em setembro, no comparativo com igual período de 2021. Os dados são da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgado nesta quarta-feira (9/11).

O maior aumento de vendas se deu no grupo livros, jornais, revistas e papelaria, que subiu 34,9% em setembro na comparação com agosto, acumulando alta de 38% no ano e 30,5% em 12 meses. Já o segmento de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação, subiu 21,7% no mês em comparação a agosto, acumulando o mesmo percentual no ano e 16% em 12 meses.

O grupo artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos subiu 13,7% em setembro comparado a agosto, acumulando alta de 11,4% no ano e de 11,7% em 12 meses. Por último, outra atividade de forte importância no comércio varejista goiano é o de combustíveis e lubrificantes, que subiu 10% em setembro em relação a agosto.

Continua após a publicidade

Indice nacional

Em setembro de 2022, o volume de vendas do comércio varejista brasileiro cresceu 1,1% no comparativo a agosto, na série com ajuste sazonal. A média móvel trimestral foi de 0,3%. Na comparação com setembro de 2021, houve alta de 3,2%, com a segunda taxa positiva seguida, e no ano, o setor acumulou aumento de 0,8%.

Leia também: Índice de preços sobe no geral, mas aluguel tem alta de 0,10% em outubro

Veja Também