Vasco e Fla voltam a jogar em São Januário

Depois de 11 anos, rivais fazem clássico no estádio pelo Campeonato Carioca

Postado em: 14-02-2016 às 00h00
Por: Redação
Depois de 11 anos, rivais fazem clássico no estádio pelo Campeonato Carioca

Após 11 anos, Vasco e Flamengo voltam a protagonizar um clássico em São Januario. Neste domingo, às 17 horas, os rivais se enfrentam pelo Campeonato Carioca. A última vez que aconteceu uma partida entre Vasco e Flamengo no estádio foi em 2005 – a equipe cruzmaltina venceu por 2 a 1, com gols de Romário e Wagner Diniz. Ramírez descontou para os flamenguistas.

Ontem, o Vasco finalizou a sua preparação. A atividade   foi marcada pela grande presença dos vascaínos nas arquibancadas, que entoaram cantos de apoio ao clube e aos jogadores. Em campo, o técnico Jorginho, que ainda não definiu o time que enfrenta o rubro-negro, promoveu um treino tático durante mais de uma hora e realizou um rachão com a equipe.

O experiente atacante Jorge Henrique, que já disputou vários clássicos em sua carreira, ressaltou a importância do apoio da torcida em todos os momentos do clube. “A força da torcida é fundamental. O apoio deles e importante. Em todos o momentos, eles precisam estar do nosso lado. O torcedor empurra e ajuda a equipe. A presença deles hoje (ontem) no treino foi muito legal. Tenho certeza que amanhã (hoje) o  caldeirão vai estar lotado para esse grande jogo”, afirma.

Continua após a publicidade

No Flamengo, o técnico Muricy Ramalho se escalou na sexta-feira para ser sabatinado por jornalistas, que, segundo ele, provocam atletas para criar polêmicas.O objetivo era evitar que jogadores desses declarações que pudessem motivar o rival. Na véspera, o experiente Juan, de 37 anos, foi quem falou aos jornalistas. Em um episódio pouco feliz, no ano passado, o lateral-esquerdo Jorge, 18 anos mais jovem, foi escolhido para falar na véspera de um clássico. Ele disse se tratar de uma guerra e reclamou do comportamento dos adversários quando vencem “Eles vêm debochando, brincando em rede social”. Na ocasião, o Flamengo perdeu a partida válida pela Copa do Brasil por 1 a 0.

Apesar do receio, o técnico parece estar convicto do time que colocará em campo. Tanto que nem fez questão de fechar o treinamento à imprensa na última sexta-feira. Foi a própria assessoria do clube que, talvez pela força do hábito, impediu os jornalistas de assistirem a uma hora de treinamento. 

“Mistério se faz quando tem dúvida. Os que iniciaram (o jogo contra a Portuguesa) acabaram bem. O que mais preocupa é a parte física e médica. Se tivesse dúvida, eu não falaria o time, mas é o que está jogando”, afirmou Muricy. 

Veja Também