Goiás deve ter três mudanças

Postado em: 01-07-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
O esboço do Goiás que entra em campo amanhã para enfrentar o CRB-AL, fora de casa, está montado

O esboço do Goiás que entra em campo amanhã para enfrentar o CRB-AL, fora de casa, está montado. Na tarde de ontem, o técnico Léo Condé comandou trabalho tático no CT Edmo Pinheiro e deu indícios que deve promover três mudanças na equipe em relação à que empatou sem gols com o Paysandu, no Serra Dourada, na última terça-feira. O elenco alviverde ainda treina nesta manhã, no Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha), antes de embarcar para o Nordeste.

Condé não pode contar com o atacante Rossi, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Quem foi testado e pode ganhar oportunidade no setor ofensivo é Cassiano, que faria dupla de ataque ao lado de Carlos Eduardo.

O treinador esmeraldino tem dúvidas quanto ao setor de marcação no meio-campo. Ele conta com o retorno de David, que cumpriu suspensão automática, mas ainda não decidiu se saca Willian ou Wendel da formação titular. Os dois revezaram entre os onze nos trabalhos de ontem.

Por fim, o meia Léo Lima irá iniciar a partida no lugar de Wagner. Léo fez a reestreia pelo Goiás e titular na 3ª rodada, na derrota para o Criciúma por 3 a 1, mas se lesionou na ocasião. Ele voltou a campo apenas na última partida, contra o Papão, quando saiu do banco de reservas.

Dessa forma, o alviverde deve entrar em campo amanhã com Renan; Johnatan, Wesley Matos, Anderson Sales e Juninho; Wendel (Willian), David, Léo Sena e Léo Lima; Carlos Eduardo e Cassiano.

Adeus

O zagueiro Valmir Lucas não veste mais a camisa do Goiás. O contrato do defensor se encerrou ontem e a diretoria decidiu por bem não negociar uma renovação. Revelado nas categorias de base esmeraldinas, Valmir, 27 anos, sofre com diversas lesões há um ano e meio. A última temporada saudável do atleta foi em 2014. 

No ano passado, participou de apenas quatro partidas – três pelo Campeonato Brasileiro da Série A e uma pela Copa Sul-Americana – e sequer entrou em campo em 2016. (Felipe Bonfim) 

Compartilhe: