Tite estreia no comando

Contra o Equador, fora de casa, técnico do Brasil tem primeiro teste com a seleção nacional

Postado em: 01-09-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Contra o Equador, fora de casa, técnico do Brasil tem primeiro teste com a seleção nacional

Unanimidade à frente da seleção brasileira, o técnico Tite tem a primeira oportunidade de se provar como o nome mais indicado a dirigir a equipe rumo a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O Brasil encara o Equador, no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, às 18 horas (de Brasília), em duelo válido pela 7ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas.
A seleção busca seu primeiro triunfo longe de casa, visto que foi derrotada pelo Chile, e empatou com Argentina e Paraguai nas três oportunidades em que atuou fora do país. Se considerada também as Eliminatórias para a Copa de 2010 – como era sede, não disputou o torneio visando 2014 –, são quatro partidas sem vitória como visitante. A última foi sobre os argentinos, em setembro de 2009, por 3 a 1, em Buenos Aires.
Com apenas nove pontos conquistados em seis jogos até aqui, o Brasil ocupa o sexto lugar na tabela de classificação e hoje estaria fora do mundial na Rússia. A má fase da equipe é refletida em menos respeito dos adversários que, de acordo com o volante Casemiro, devem fazer jogo aberto nesta noite.
“Principalmente por eles estarem em casa e o momento do Brasil não ser tão bom, acho que sim, mas estamos preparados para dar a volta por cima. Acho que será de igual para igual. Todo jogo é difícil”, disse.
Se os equatorianos de fato vierem para cima da seleção, o jogador avalia que, principalmente pelo estilo do técnico Tite, de forte marcação e transição rápida para o setor ofensivo, o Brasil pode tirar vantagem. 
“Eu diria que o futebol é assim. Qualquer equipe marca atrás da linha da bola e sai forte para o ataque. O Tite está fazendo o que o futebol manda. Não tem tanto segredo. Ainda é o início e precisamos ter paciência”, afirmou.
O treinador brasileiro não relevou como pretende montar o time que entra em campo no Estádio Olímpico Atahualpa. O comandante promoveu atividades durante a semana no Estádio La Casa Blanca, da LDU, e ontem apenas reconhecimento de gramado no palco do confronto.
Mesmo o mistério é encarado pelo elenco como positivo neste momento. A indefinição da equipe pode ser um trunfo que criará problemas para os equatorianos. “É importante ter essa dúvida, até para atrapalhar o adversário”, concluiu Casemiro.

Suspense
O técnico Gustavo Quinteros também não revelou como irá montar a equipe do Equador para o confronto com o Brasil hoje. O treinador não conta com o volante Antonio Valência, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e ainda tem dúvidas se opta por Renato Ibarra ou Fidel Martínez.

Ficha Técnica:
Jogo: Equador x Brasil.
Local: Estádio Olímpico Atahualpa, às 18 horas (de Brasília), em Quito, no Equador. Árbitro: Enrique Cáceres Villafañe (Paraguai). Assistentes: Eduardo Cardoso Escobar (Paraguai) e Milciades Saldivar Franco (Paraguai).

Continua após a publicidade

Equador: Alexander Domínguez; Paredes, Achilier, Erazo e Walter Ayoví; Noboa, Pedro Quiñonez, Renato Ibarra (Fidel Martínez) e Jefferson Montero; Ángel Mena e Enner Valência.
Técnico: Gustavo Quinteros.

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Miranda, Gil e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Renato Augusto; Willian, Neymar e Gabriel Barbosa.
Técnico: Tite

Veja Também