Com Walter, Goiás tropeça em Pelotas

Alviverde perde por 2 a 1 para o Brasil-RS e segue próxima da zona de rebaixamento no Brasileiro da Série B

Postado em: 03-09-2016 às 08h00
Por: Redação
Alviverde perde por 2 a 1 para o Brasil-RS e segue próxima da zona de rebaixamento no Brasileiro da Série B

Na estreia de Walter, o Goiás sofreu mais uma derrota no Campeonato Brasileiro da Série B ao perder para o Brasil de Pelotas-RS por 2 a 1, ontem à noite, no Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS), pela 23ª rodada. Apesar da grande expectativa da torcida alviverde, a atuação do atacante estreante foi discreta. Felipe Garcia e Elias marcaram para os gaúchos, com o zagueiro Leandro Leite fazendo contra para os goianos.
Com a derrota, a oitava nesta Série B, o Goiás segue com 27 pontos na tabela de classificação e não corre o risco de voltar à zona de rebaixamento nesta rodada, que será concluída neste sábado. Já o Brasil de Pelotas, com o triunfo, soma agora 39 pontos e entrou no G4 do Campeonato Brasileiro no lugar do Ceará. O time ocupa a vice-liderança.

O jogo
O Goiás bem que tentou tomar a iniciativa da partida. Porém, se esbarrou em um adversário disposto a aproveitar o apoio da torcida. Enquanto o alviverde buscava, de forma desordenada, abrir o placar, o Brasil foi mais eficiente. Mas, aos 3 minutos, Rossi, um dos  atacantes escalados pelo técnico Léo Condé, avançou com a bola e tocou para Daniel Carvalho chutar fraco para fora.

Dois minutos depois, a equipe de Pelotas chegou com perigo e quase abre o placar no Bento Freitas. O zagueiro Cirilo aproveitou cruzamento na área e tocou no canto. Atento, o goleiro Ivan evitou o gol. Aos 7, Rossi se livrou da marcação e fez assistência para Léo Sena obrigar o goleiro Eduardo Martini a praticar a defesa. O gol da equipe da casa aconteceu aos 10, quando Marlon cobrou escanteio, Ivan saiu errado do gol e Felipe Garcia se antecipou para abrir o placar – Brasil 1 x 0 Goiás.

Continua após a publicidade

Em desvantagem, o alviverde se viu obrigado a sair para o jogo. Aos 14, o zagueiro Wesley Matos cabeceou e Martini fez a defesa. O Goiás chegou ao empate com a ajuda adversária, aos 18. O lateral Ednei cobrou falta da direita na área, a bola desviou no zagueiro Leandro Leite e enganou Martini – 1 a 1. Na comemoração, o fato engraçado. Um cachorro, supostamente da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, se soltou da coleira e invadiu o gramado, ofuscando a felicidade dos jogadores esmeraldinos – o animal chegou a correr atrás do lateral Juninho antes de ser pego pelos policiais.

Após conseguir o empate, o atual campeão goiano valorizou mais a marcação. Contudo, encontrava dificuldade em conter a principal jogada do Brasil: a bola aérea. Mesmo assim, os donos da casa investiam nas jogadas pelo alto. Aos 41, o lateral Weldinho fez cruzamento pela direita. Na ânsia de tirar a bola, Patrick cabeceou contra o próprio gol, mas Ivan evitou. 

O Goiás voltou para o segundo tempo com o volante Willlian no lugar de Adriano. Léo Sena, aos 4, obrigou Martini a fazer a primeira defesa na etapa final. Aos 9, o goleiro Ivan soltou a bola chutada por Diogo Oliveira. No rebote, Ramon bateu por cima quando o gol estava vazio. A equipe de Pelotas continuou insistindo até marcar o segundo gol. Aliás, um golaço! Elias, aos 22, driblou Wesley Matos e bateu cruzado. Ivan ainda foi na bola, mas não alcançou – 2 a 1. 
Nos minutos finais, Ramon ficou frente a frente com Ivan e não conseguiu concluir a gol. Mas acabou ganhando a jogada  e cruzou na pequena área. Com o gol vazio, Elias perdeu.

Veja Também