Kleina chega com missão de salvar o Goiás

Substituto de Léo Condé, demitido após a derrota para o Brasil-RS, deve ser apresentado hoje como técnico do alviverde

Postado em: 05-09-2016 às 06h00
Por: Redação
Substituto de Léo Condé, demitido após a derrota para o Brasil-RS, deve ser apresentado hoje como técnico do alviverde

Edivaldo Barbosa

Após demitir Léo Condé, o Goiás agiu rápido e anunciou a contratação do técnico Gilson Kleina, de 48 anos, para salvar o time do perigo do rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série B. O novo técnico deve ser apresentado nesta segunda-feira, quando o alviverde vai iniciar a preparação para o confronto com o Ceará, no próximo sábado, no Serra Dourada, pela 24ª rodada da competição nacional.

Contratado no dia 9 de junho, Léo Condé ficou menos de três meses à frente do comando técnico alviverde. Nos 15 jogos oficiais que comandou a equipe, foram cinco vitórias, seis empates e quatro derrotas – um aproveitamento de 46,6%. O sucessor de Enderson Moreira estreou com derrota (2 a 0 para o Paraná) e deixou o clube com revés (perdeu para o Brasil de Pelotas-RS por 2 a 1, na última sexta-feira).

Continua após a publicidade

Kleina chega à Serrinha com o Goiás na 16ª colocação, com 27 pontos. Apesar de estar fora da zona do rebaixamento, o time esmeraldino sabe que precisa reagir rápido porque os concorrentes que estão atrás dele na tabela de classificação estão pontuando. O novo treinador terá menos de uma semana para preparar a equipe para o duelo com o Ceará.

Desempregado desde quando deixou o Coritiba, nas primeiras rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, Kleina chegou a ser anunciado no último sábado como treinador do Goiás. Porém, o técnico mudou de ideia depois que o presidente do Goiás, Sérgio Rassi, não aceitou que ele viesse com sua comissão técnica. As partes, porém, voltaram a conversar e na noite de sábado o clube acabou aceitando as exigências de Kleina.

Esta não será a primeira passagem do treinador pelo futebol goiano. O ex-palmeirense comandou o rival Vila Nova em 2009, quando o alvirrubro foi impiedosamente goleada pelo Goiás por 6 a 1. Além de Vila Nova, Coritiba e Palmeiras, ele também trabalhou na Ponte Preta, Bahia, Paraná e Avaí.

Segundo Rassi, o clube contratou Kleina pelo seu currículo e capacidade de poder tirar o Goiás da situação em que se encontra. Outro fato que foi levado em consideração é que o novo técnico gosta de prestigiar jogadores da base.

Veja Também