Fla segue no encalço do Palmeiras

Com gols de Willian Arão e Diego, um em cada tempo, rubro-negro derrota Figueirense, no Pacaembu

Postado em: 19-09-2016 às 06h00
Por: Renato
Com gols de Willian Arão e Diego, um em cada tempo, rubro-negro derrota Figueirense, no Pacaembu

Da redação

Mesmo no Pacaembu, o Flamengo “jogou em casa’ apoiado por quase 30 mil torcedores, ontem, e não deu chances para o Figueirense ao vencer por 2 a 0, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time carioca se mantém na cola do Palmeiras na briga pela liderança. Está a apenas um ponto atrás do líder (51 a 50). No sábado, o alviverde venceu o clássico sobre o Corinthians, por 2 a 0, no Itaquerão.
O resultado foi justo, mesmo porque o Flamengo sempre foi superior ao time catarinense, que com vários desfalques importantes, como os atacantes Rafael Moura e Lins, optou apenas por se defender. Mas não conseguiu e ficou com 28 pontos, ainda dentro da zona de rebaixamento. Esta foi a sua décima derrota.
Uma situação inusitada aconteceu na manhã de ontem na capital paulista ao receber um time carioca no Pacaembu. Isso porque o Flamengo continua sem casa por causa da realização das Olimpíadas e Paralímpiadas que ocuparam tanto o Maracanã como o Engenhão.
E o público só não foi maior porque o time rubro-negro está punido pelo STJD e tem que vender 20% a menos dos ingressos disponíveis. Foram 28.168 pagantes e um total de 29.778 torcedores. Isso por causa de uma briga com a torcida do Palmeiras em Brasília, no primeiro turno.
O calor da torcida empurrou o Flamengo para cima do adversário. Aos 30 minutos teve um pênalti a seu favor quando Leandro Damião cabeceou e a bola tocou no braço de Airton.
Na cobrança Damião escolheu o canto esquerdo, mas Gatito Fernandez saltou bem e espalmou. Em seguida houve a parada técnica por causa do calor de 27 graus.
No reinício do jogo, o time carioca abriu o placar. Rafael Vaz avançou sozinho na intermediária e fez o lançamento de 38 metros pelo alto. O volante William Arão subiu na grande área, nas costas da defesa, e testou. A bola tocou na trave direita e entrou. Gol aos 36 minutos.
O Flamengo voltou mais tranquilo para o segundo tempo. E em busca do segundo gol. Aos dois minutos, Diego chutou e Gatito defendeu. Aos 10 minutos um lance incrível, quando a bola cruzou a pequena área e sobrou para Damião no lado esquerdo. Ele esticou a perna e a bola tocou na trave, correu para o centro onde o goleiro abriu as pernas para não fazer gol contra. A defesa depois aliviou.
Aos 23 minutos o Flamengo teve outro pênalti, desta vez cometido em falta de Bruno Alves sobre Felipe Vizeu. Dois minutos depois, Diego cobrou no lado direito onde Gatito caiu e tocou na bola, que perdeu força mas entrou nas redes. A vitória estava garantida.
Mas o Flamengo não diminuiu o ritmo. Aos 28 minutos, Felipe Vizeu chutou e Gatito defendeu de novo. A situação ficou ainda mais fácil, aos 39 minutos, quando Marquinhos Pedroso cometeu falta em cima de Fernandinho e foi expulso. A última melhor chance flamenguista aconteceu aos 45 minutos quando Felipe Vizeu chutou cruzado para fora, desperdiçando a chance.

Veja Também