Atlético pode ter quatro mudanças

Técnico Marcelo Cabo promove as entradas de Felipe, Magno Cruz, Lino e Gilsinho para o jogo contra o Criciúma

Postado em: 20-10-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Técnico Marcelo Cabo promove as entradas de Felipe, Magno Cruz, Lino e Gilsinho para o jogo contra o Criciúma

O Atlético entra em campo neste sábado, no Estádio Heriberto Hülse, às 19h30, contra o Criciúma. Em treino realizado na manhã de ontem, o técnico Marcelo Cabo fez um esboço do time que pode entrar em campo. Quatro alterações foram feitas. Felipe treinou no lugar de Kléver, que está suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo. Magno Cruz voltou à titularidade na vaga de Luiz Fernando. O capitão Lino retorna à zaga no lugar de Ricardo Silva e Gilsinho volta de uma pequena lesão no lugar de Caíque.
Em entrevista coletiva, o volante Michel falou sobre essas possíveis mudanças que podem ter na equipe. Para ele, o importante é que o esquema de jogo não mude e que essas alterações não prejudique o desempenho do grupo, e sim acrescenta para que o time melhore a atuação.
“Do Atlético a gente está sempre esperando uma boa atuação, um bom desempenho. Até mesmo com algumas mudanças, como já aconteceu, a equipe mostrou um bom futebol e a maioria das vezes saindo com a vitória. Acho que essas mudanças não atrapalham. Pelo contrário, só ajudam a equipe a ter um bom elenco”, disse. “Como falei, o Atlético está preparado para qualquer coisa”, destacou.
Faltando sete rodadas e seis pontos para garantir de vez o acesso, o sonho do título também é cada vez maior. O Dragão é líder absoluto e está com quatro pontos de vantagem do segundo colocado nesta Série B. Sobre isso, Michel diz que este momento é maior do que o Atlético sonhava. O objetivo sempre foi o acesso e o fato da liderança ter vindo é ainda melhor, mas que justamente por não ser algo planejado desde o início, a pressão não é tanta.
“Pressão não, o professor Marcelo Cabo é muito feliz nas palavras dele. A liderança, ela veio, caiu no nosso colo, a gente não buscava a liderança. O nosso objetivo maior era o acesso, ainda é o acesso, mas a liderança veio e agora a gente tem que defender com unhas e dentes. É muito importante o título para a carreira do jogador e, principalmente, para o Atlético”, disse.
O Atlético se encontra na primeira colocação do Campeonato Brasileiro da Série B, com 58 pontos, quatro a mais que o vice-líder Vasco da Gama. Nas próximas rodadas, o rubro-negro enfrenta Criciúma e Náutico, respectivamente, fora de casa. Caso consiga vencer os dois jogos, o Dragão já garante matematicamente o acesso à Série A do Brasileiro.
A provável equipe que entra em campo diante dos catarinenses, neste sábado, é Felipe; Matheus Ribeiro, Lino, Marllon e Romário; Pedro Bambu, Michel, Jorginho, Magno Cruz; Júnior Viçosa e Gilsinho.

Veja Também