Lateral Marcelo Cordeiro vê Vila Nova ‘atrasado’ para o ano que vem

As indefinições em relação à próxima temporada já colocam o time em desvantagem em relação aos rivais

Postado em: 28-10-2016 às 08h00
Por: Renato
As indefinições em relação à próxima temporada já colocam o time em desvantagem em relação aos rivais

Felipe Bonfim

Com as eleições para a presidência executiva marcadas para o dia 9 de novembro, o Vila Nova espera a definição do novo mandatário para planejar o futuro. Enquanto o clube não tem um nome definitivo no comando – Ecival Martins ocupa o cargo de forma interina –, algumas decisões relacionadas ao departamento de futebol ficam paradas.

As renovações da comissão técnica e de alguns jogadores, principalmente. Para o lateral Marcelo Cordeiro, as indefinições em relação à próxima temporada já colocam o Tigre em desvantagem em relação aos rivais tanto visando o Campeonato Goiano, quanto nas competições nacionais.

Continua após a publicidade

“O trabalho que ele (Guilherme Alves) tem feito é excepcional, apesar da mudança de grupo e de ter assumido o Vila Nova no decorrer do campeonato. O que atrapalha, sobre a renovação, é o planejamento para o ano que vem. Neste ponto o Vila sai atrás dos demais clubes. A esperança é que em breve a diretoria resolva os problemas internos para todos terem tranquilidade de trabalhar e que possamos continuar honrando a camisa do clube”, disse.

O futuro colorado, inclusive, ainda pode ser na primeira divisão. Apesar de ocupar a 10ª colocação na tabela com 46 pontos, o Vila ainda se agarra aos 3,1% de chances de terminar a Série B no G4 – números de acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Um triunfo contra o Tupi, amanhã, fora de casa, pode ser um passo importante para manter vivo o sonho de chegar à elite.

“Enquanto tivermos chance e esperança, vamos lutar até o final. A expectativa é de poder fazer mais um bom jogo diante do Tupi. Que possamos, quem sabe, voltar com uma vitória para deixar essa chama acesa ainda. Vamos continuar fazendo nosso melhor dentro de campo”, afirmou.

Para o confronto no interior de Minas, o técnico Guilherme Alves comemora os retornos do zagueiro Guilherme Teixeira e do atacante Moisés, cumpriram suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo e estão novamente à disposição do treinador.

Veja Também