Hamilton vence e adia decisão para Brasil

Piloto inglês ganha o GP do México, com Nico Rosberg chegando em segundo lugar e Sebastian Vettel em terceiro

Postado em: 31-10-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Piloto inglês ganha o GP do México, com Nico Rosberg chegando em segundo lugar e Sebastian Vettel em terceiro

O piloto inglês Lewis Hamilton aumentou a sua esperança de conquistar o título da temporada 2016 de Fórmula 1. Ontem, no Autódromo Hermanos Rodríguez, no México, ele venceu a 19º prova da temporada após largar na pole – foi a oitava vitória do piloto da Mercedes este ano e a 51ª na carreira. Nico Rosberg foi o segundo, e Sebastian Vettel completou o pódio. Entre os brasileiros, Felipe Massa, da Williams, foi o 9º, enquanto Felipe Nasr, piloto da Sauber, terminou em 15º.
Com a vitória, Hamilton acirra ainda mais a luta pelo título. O britânico chegou a 330 pontos e segue vivo com o sonho do tetracampeonato. Nico, com 349 pontos, precisa de uma vitória no Brasil para confirmar o título. Nico, que tinha a chance de conquistar o título neste domingo, pode ganhar no Brasil, no dia 13 de novembro, no Autódromo de Interlagos, no Brasil.
A terceira colocação na prova de ontem que viveu um drama a parte. Verstappen chegou em terceiro, mas usou uma manobra ilegal para se defender de Vettel e após a corrida, antes do pódio, a direção de prova puniu o holandês e a terceira colocação ficou com Vettel. Com isso a quarta colocação ficou com Ricciardo e Verstappen caiu para quinto.

A corrida
Na largada, Hamilton se manteve a frente, mas na freada da primeira curva, foi para a grama. Rosberg também foi para o mesmo lugar que o companheiro, mas ambos mantiveram-se em suas posições. Wehrlein e Ericsson bateram, com isso, o Safety Car foi acionado. Ricciardo foi para os boxes e já se livrou dos pneus supermacios.
Após a primeira volta, a sequência era: Hamilton, Rosberg, Verstappen, Hulkenberg, Raikkonen, Massa e Vettel. Na volta quatro a bandeira verde foi dada e a corrida estava reestabelecida. Vettel passou Bottas, após perder a posição. Voltas depois, Vettel começou a atacar Massa, pela sexta colocação.
Hamilton abria em relação a Rosberg, que vinha tentando abrir de Verstappen, que vinha pertinho do alemão. O primeiro a parar foi Romain Grosjean, que largou dos boxes. O francês colocou pneus médios. Verstappen foi para os boxes na volta 13, colocou pneus médios e retornou para a prova.
Massa foi para os boxes na volta 15 e colocou pneus médios, tentando uma estratégia diferente. Hamilton parou na volta 17 e colocou pneus médios, com isso Rosberg assumiu a ponta momentânea até chegar a hora dele parar, que foi três voltas depois de Hamilton.
Verstappen colou em Ricciardo e começou uma disputa interna com seu companheiro, até a volta 22, que a equipe mandou Ricciardo deixar o holandês passar, para tentar alcançar Rosberg. Massa perdeu a posição para Bottas e ficou vulnerável ao ataque de Perez que vinha perto, em décimo. Massa conseguia se defender bem dos ataques do Perez.
Vettel liderou a prova por algumas voltas, pois só fez sua primeira parada na volta 33, devolvendo a liderança para Lewis Hamilton. O piloto da Ferrari voltou na sexta colocação. Verstappen se aproximava bastante de Rosberg, na volta 38, a diferença entre os dois era de um segundo e meio.
Raikkonen fez mais um pit stop na volta 45, colocando mais um jogo de pneus médios. Verstappen baixou sua diferença para Rosberg em três décimos, tentou a ultrapassagem na volta 50, mas acabou perdendo o ponto de freada e indo para a área de escape, tendo que começar toda a caçada de novo. E Perez seguia sua romaria atrás de Massa, o mexicano tinha a décima posição.
Depois do ataque ao Rosberg, Verstappen perdeu muito contato do piloto da Mercedes, praticamente se conformando com a terceira colocação. A estratégia de apenas um pit de Nasr não deu certo, o brasileiro que passou grande parte da prova em décimo primeiro, acabou terminando em décimo sexto, já a de Ericsson que também só fez uma parada e ainda bateu na primeira volta, funcionou.
Na volta 68, Vettel tentou para cima de Verstappen e o holandês foi para a grama. A equipe mandou Max ceder a posição para Vettel, por conta da manobra na grama. 

Classificação:

Continua após a publicidade

Posição/Piloto/País/Equipe
    1º)    Nico Rosberg (Alemanha) Mercedes = 331 pontos
    2º)    Lewis Hamilton (Inglaterra) Mercedes = 305 pontos
    3º)    Daniel Ricciardo (Austrália) RBR = 227 pontos
    4º)    Sebastian Vettel (Alemanha) Ferrari = 177 pontos
    5º)    Kimi Räikkönen (Finlândia) Ferrari = 170 pontos
    6º)    Max Verstappen (Holanda) RBR = 165 pontos
    7º)    Sergio Pérez (México) Force India = 84 pontos
    8º)    Valtteri Bottas (Finlândia) Williams = 81 pontos
    9º)    Nico Hulkenberg (Alemanha) Force India = 54 pontos
    10º)    Fernando Alonso (Espanha) McLaren = 52 pontos
    11º)    Felipe Massa (Brasil) Williams = 49 pontos
    12º)    Carlos Sainz Jr (Espanha) STR = 38 pontos
    13º)    Romain Grosjean (França) Haas = 29 pontos
    14º)    Daniil Kvyat (Rússia) STR = 25 pontos
    15º)    Jenson Button (Inglaterra) McLaren = 21 pontos
    16º)    Kevin Magnussen (Dinamarca) Renault = 7 pontos
    17º)    Stoffel Vandoorne (Bélgica) McLaren = 1 ponto
    18º)    Jolyon Palmer (Inglaterra) Renault = 1 ponto
    19º)    Pascal Wehrlein (Alemanha) Manor = 1 ponto
    20º)    Felipe Nars (Brasil) Sauber = 0

Veja Também