Guilherme garante dedicação até o final do Brasileiro

O técnico Guilherme Alves garante que o elenco não terá vida fácil na reta final do Campeonato Brasileiro da Série B

Postado em: 01-11-2016 às 06h00
Por: Redação
O técnico Guilherme Alves garante que o elenco não terá vida fácil na reta final do Campeonato Brasileiro da Série B

Felipe Bonfim

Não tem moleza no Vila Nova. Apesar da derrota para o Tupi, por 1 a 0, no último final de semana, ter colocado um fim no sonho do acesso à primeira divisão, o técnico Guilherme Alves garante que o elenco não terá vida fácil na reta final do Campeonato Brasileiro da Série B.
Sim, as chances matemáticas ainda existem, mas o clube reconhece que não existem mais reais chances de lutar pelo G4. De acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), as probabilidades de o Tigre chegar à elite são de 0,33%.

“Nós vamos treinar, concentrar, fazer tudo como se estivesse lutando para ser campeão ou lutando desesperadamente para não cair. Não existe a mínima possibilidade de dar folga para os atletas, a não ser em casos particulares, como doença e nascimento de filho. Não existe folga, não existe jogo sem concentração. Precisamos vencer os jogos”, disse o treinador vilanovense.

Continua após a publicidade

Apesar da decepção por não conseguir lutar até a última rodada por uma vaga na elite do futebol nacional, o treinador colorado se mostra orgulhoso do que a equipe produziu durante a Série B do Brasileiro.

“Acho que chegamos onde poderíamos ter chegado. Sempre vencendo no limite. Tem equipes muito mais fortes para brigar pelo acesso. Quando assumi, achava que brigaríamos contra o rebaixamento até as duas últimas rodadas. Sendo sincero, acredito que fizemos aquilo que poderíamos fazer”, afirmou Guilherme.

O discurso do comandante colorado é mantido pelos atletas. O goleiro Wagner Bueno é categórico. O mínimo que espera dos companheiros é dedicação até a última rodada, diante do Joinville, fora de casa.

“Ainda temos cinco jogos e temos uma camisa para honrar, temos uma nação, uma torcida apaixonada para honrar e vamos fazer isso até o jogo com o Joinville. A partir do momento que você está vestindo uma camisa e entra em campo, você tem que estar motivado. O jogador que achar que o campeonato já acabou para ele, já conversa com o Guilherme, com a diretoria, e pede férias. O jogador que ficar aqui até o fim, tem que entrar e dar o máximo”, concluiu.

Após folga no domingo, o elenco do Vila se reapresentou na tarde de ontem e deu início aos trabalhos visando o duelo contra o Bahia, na próxima sexta-feira, no Estádio Serra Dourada, pela 43ª rodada da Série B. Com 46 pontos, o clube goiano ocupa o 11º lugar na tabela de classificação.

Veja Também