Zico é homenageado e assiste derrota

O Galinho vestiu a camisa alvinegra entre 1983 e 1985. Foram 53 partidas e 30 gols marcados

Postado em: 20-02-2017 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
O Galinho vestiu a camisa alvinegra entre 1983 e 1985. Foram 53 partidas e 30 gols marcados

Felipe Bonfim 

 Um dos homenageados na cerimônia de 120 anos da Udinese, no Estádio Friuli, Zico viu a equipe ser derrotado pelo Sassuolo, por 2 a 1, de virada, em duelo válido pela 25ª rodada do Campeonato Italiano. O Galinho vestiu a camisa alvinegra entre 1983 e 1985. Foram 53 partidas e 30 gols marcados.

“Estar junto deles, de todos esses torcedores, foi fantástico, inesquecível. Após 30 anos, voltar aqui e ver esse entusiasmo significa que fiz um bom trabalho”, disse o brasileiro em entrevista à “Sky Sport Itália”.

Continua após a publicidade

Apesar de não ter conquistado títulos com a camisa da Udinese, Zico era atleta de nível mundial quando deixou o Flamengo para chegar ao futebol italiano e logo conquistou o coração dos torcedores no novo clube. Apesar de ter enfrentado algumas lesões, ele conseguiu repetir na Europa o desempenho extraordinário que tinha no rubro-negro carioca.

“Acredito que os pais fizeram um bom trabalho com as crianças que hoje me aplaudem. Eles não me viram naquela época”, concluiu.

Com a derrota ontem, a Udinese se manteve com 29 pontos na competição e caiu para o 13º lugar na tabela de classificação, ultrapassado justamente pelo Sassuolo, adversário do final de semana. O próximo compromisso da equipe é no domingo (26), diante da Lazio, fora de casa. 

Veja Também