Jorginho vê Atlético “bem superior” em derrota e fala sobre expulsão de zagueiro

Postado em: 04-05-2021 às 20h56
Jorginho elogiou o setor de criação do Atlético Goianiense, mas ficou na bronca com Elmo Resende | Foto: Afonso Cardoso

Após 20 jogos, o Atlético Goianiense foi derrotado. O rubro-negro foi superado pelo Grêmio Anápolis na noite desta terça-feira (4/5), por 1 a 0, e está em desvantagem na semifinal do Campeonato Goiano. O treinador Jorginho optou por escalar o “grupo 2”, os reservas, pois nesta quinta-feira (6/5) os titulares entram em campo contra o Libertad-PAR pela Copa Sul-Americana. Apesar da escolha e do revés, o comandante do Dragão elogiou o setor de criação.

“Achei que fomos bem superiores, criamos mais uma vez várias oportunidades. A questão do campo ruim, muito irregular e isso atrapalhou as finalizações, não apenas as nossas, mas também as deles. Tiveram uma chance clara, utilizaram uma bola bem alta e isso aconteceu com a gente, as finalizações pararam no goleiro que foi muito bem. O campo atrapalhou muito o nível de jogo que a gente tem, fomos um time organizados, guerreiros, mas não matamos o jogo”, analisou o treinador Jorginho, após a partida.

Além da derrota, o Atlético Goianiense teve um jogador expulso. Oliveira, que retornou após se recuperar de uma tendinite no joelho direito, recebeu dois amarelos e não pode atuar na partida do próximo domingo (9/5) no estádio Antônio Accioly. Segundo Jorginho, a atuação de Elmo Resende, árbitro da partida, foi determinante no resultado final do jogo.

“Respeito muito o Lucão, é um bom atleta e não teve maldade, mas a entrada dele no Oliveira foi determinante para o resultado do jogo. Não é questão de choro do perdedor. Na minha visão, o Elmo (Resende, árbitro) foi determinante, pois se ele expulsasse o Lucão, não teria a expulsão do Oliveira. Ele pode até ter largado um pouco, mas o Lucão vai em direção a ele, ele se protegeu e abriu um pouco o braço. O primeiro amarelo foi muito injusto, ele estava apenas mostrando que aquela entrada poderia ter fraturado a perna dele”, completou Jorginho.

Por: Felipe André
Compartilhe: